Brasília-DF,
17/DEZ/2017

Prefeitura anuncia ação com DJs no Recife Antigo durante o carnaval

Atração será parte do cronograma de experimentações da rádio Frei Caneca, em vias de ser implementada

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diário de Pernambuco Publicação:25/02/2014 09:19

Galo da Madrugada (Jaqueline Maia/DP)
Galo da Madrugada

Depois de extinguir a tenda eletrônica, instalada no Recife Antigo durante as madrugadas de carnaval, a Prefeitura do Recife anunciou uma ação com DJs justamente no local onde funcionava a atração anterior. Nos dias de Momo, um cenário simulando um aparelho de rádio gigante será instalado no cruzamento entre as ruas da Moeda e Mariz de Barros, no Bairro do Recife. No interior, DJs locais vão tocar a partir das 18h, sem hora para terminar. As apresentações fazem parte de uma ação promocional que será promovida pela Rádio Frei Caneca. O evento foi divulgado no Facebook.

"O foco não é ser um palco com DJ. Não somos um polo. Vamos estar fazendo uma ação promocional. Mais da metade do conteúdo da rádio é programação musical e a figura do DJ que escolhe as músicas é ligada aos profissionais que trabalham em rádio", afirma Patrick Torquato, um dos coordenadores do evento e gerente de música da Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR).

A divulgação do site da rádio (www.freicanecafm.org), que está em construção, é um dos pontos chaves da iniciativa. O direcionamento da programação da emissora será feito com a ajuda do público através de e-mails.

"A concessão dessa rádio pertence à Prefeitura da Cidade do Recife. É um projeto dos anos 1960 que se tentou várias vezes colocar em prática e, agora, estou à frente a mais de um ano. Até o final do semestre vamos estar no ar", diz Torquato.

Em tempo

Através de uma postagem no Facebook, no dia 17 de fevereiro, o produtor da Tenda Eletrônica, que fazia parte da programação do Carnaval do Recife há 12 anos, Felipe Falcão, queixou-se do cancelamento do evento e escreveu: "Gostaria de reverter esse absurdo a que fui submetido, eu e muitas pessoas envolvidas no processo de produção".

Confira a postagem na íntegra:

"Sou Felipe Falcão produtor da Tenda Eletrônica. Ainda há tempo, pois venho trabalhando na pré-produção da Tenda Eletrônica há seis meses e fui avisado do absurdo cancelamento há poucos dias do carnaval, ou seja, desta forma serei obrigado a assimilar um enorme prejuízo material e moral, uma vez que se trata de um evento consolidado há mais de 12 anos. Já tinha elencado a grade de Djs e Vjs,e ainda uma equipe de 50 pessoas com emprego direto, como assistentes de produção, seguranças, motoristas, enfim, são famílias prejudicadas por um motivo que desconheço. Algumas situações já foram revertidas, como a Rural de Roger, Naná Vasconcelos, por exemplo. Vamos tentar reverter este quadro.

Sempre estivemos preparados para receber um grande público, circularam diariamente pela Tenda Eletrônica aproximadamente 20 mil pessoas por dia, que foram recebidas com toda segurança, própria do evento, sem ocorrências registradas pela polícia, que sempre esteve presente trabalhando em sintonia com a eficiente equipe de segurança do evento.

Gostaria reverter este absurdo a que fui submetido, eu e muitas pessoas envolvidas no processo de produção".

Para o produtor, o cancelamento não traz apenas prejuízo financeiro para ele. "Eu fiquei tão indignado com isso. Depois de 12 anos, estava tudo confirmado (com atrações) e a Prefeitura, com 20 dias antes do carnaval, disse que não ia ter. Isso é uma falta de respeito comigo. Não é nem só o dinheiro...O dano moral é pior de tudo, pois tem gente que chamei e firmaram compromisso comigo e não vão tocar em outro lugar".

"Sinceramente, eu não tenho nem ideia do porque de eles 'queimarem a tenda'. Mesmo que não seja agora, no carnaval, a gente vai promover a tenda eletrônica com apoio privado, sem depender da Prefeitura.

Em nota, a Fundação de Cultura Cidade do Recife afirmou no começo do mês que o evento foi cancelado por conta da “limitação de horário para o fim das festas no período do Carnaval, estabelecida por orientação do Ministério Público de Pernambuco e Secretaria de Defesa Social do Estado. A Fundação de Cultura informa ainda que, apesar da tentativa, não foi possível realocar o horário ou local da atividade dentro da já extensa programação carnavalesca recifense”.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.