Brasília-DF,
13/DEZ/2017

Timbu Coroado completa 80 carnavais e arrasta foliões na Zona Norte

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diário de Pernambuco Publicação:02/03/2014 13:45Atualização:02/03/2014 13:52
O bloco começou a concentração às 9h em frente à sede do Naútico, nos Aflitos, e deve partir às 12h (Teresa Maia/DP/D.A Press)
O bloco começou a concentração às 9h em frente à sede do Naútico, nos Aflitos, e deve partir às 12h

O Timbu Coroado, que neste ano completa 80 carnavais, faz a folia dos alvirrubros neste domingo (2/3). O bloco começou a concentração às 9h em frente à sede do Naútico, nos Aflitos, e deve partir às 12h. A festa de rua vai contar com o apoio da Frevioca e ainda terá um bloco de maracatu e uma orquestra de frevo.

Após sair do Náutico, os alvirrubros passarão pela Avenida Conselheiro Rosa e Silva, Rua Santos Dumont, Rua Teles Junior, Rua Quarenta e Oito e Rua Conselheiro Portela, de onde voltam pela Rosa e Silva para retornar ao clube. Depois do desfile, haverá uma festa fechada na sede social do clube, com orquestra de frevo, banda Patusco e Só na Marosidade. Os ingressos custam R$ 40. Sócios do Náutico e seus dependentes pagam a metade.

A tradição do bloco começou em 1934, quando os atletas de remo do Náutico comemoravam a festa momesca saindo pela Rua da Aurora, onde fica até hoje a garagem do remo alvirrubro. Entre as músicas cantadas pelo bloco, estão Come e Dorme, frevo-de-rua do compositor Nelson Ferreira, que era torcedor coral. Mesmo sem letra se confunde com o hino alvirrubro, segundo os foliões-torcedores.

Os metais também levantam a timbuzada com outra composição de Nelson Ferreira: o frevo-canção Hino do Timbu Coroado, com letra de autoria de Edvaldo Pessoa, Turco e Jair Barroso. Na década de 60, a música era executada nos rádios a cada gol alvirrubro.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.