Brasília-DF,
22/OUT/2017

Sem maldade e sem humor, "Meu Malvado Favorito 2" decepciona

Nem a fofura dos amarelinhos Minions compensa a falta de graça do segundo longa protagonizado pelo ex-malvado Gru

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Yale Gontijo Publicação:05/07/2013 06:00Atualização:04/07/2013 15:45

Após se assumir como pai adotivo de três meninas, o ex-vilão Gru passa a integrar uma organização de combate ao crime (Paramount/Divulgação)
Após se assumir como pai adotivo de três meninas, o ex-vilão Gru passa a integrar uma organização de combate ao crime
Partindo do ponto em que a história parou, a continuação da animação Meu malvado favorito começa justo quando o ex-malvado Gru (no original, voz de Steve Carrell) finalmente se aceita como pai adotivo das três meninas, Margô, Edith e Agnes, e abandona de uma vez por todas a vilania mirabolante. O ex-brilhante vilão é convocado a participar de uma organização de combate aos crimes de mentes perversamente brilhantes.

No primeiro filme, os clichês de fitas estreladas por vilões naturalmente malvados eram retrabalhados em prol da história. Na sequência, o roteiro faz-se vítima de um estado que tentava evitar, e entrega os personagens a um emaranhado de situações que você já viu em filmes do gênero: formação de exércitos, lançamento de foguetes e fórmulas secretas.



O disfarce como lojista de shopping adotado pelo vilão latino El Macho (dublagem brasileira do cantor Sidney Magal) é revelado no começo da fita. Depois disso, resta ao espectador esperar pelo momento em que subirão os créditos finais. O novo homem renascido em Gru encontra o amor nos braços da detetive atrapalhada Lucy (no original, dublagem de Kristen Wiig; no Brasil, escuta-se o timbre de voz de Maria Clara Gueiros), mas nem esse novo elemento suscita atenção necessária.

Os ajudantes de Gru, os amarelinhos Minions, são responsáveis por um certo grau de fofura, mas as piadas só provocam risadas tímidas. A continuação de Meu malvado é um retrato das animações atuais. Há muito, pouco se aproveita do marasmo dos novos títulos do gênero, quase todos vivendo em estado vegetativo, ligados no piloto automático.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES