Brasília-DF,
20/NOV/2017

Meryl Streep não tem empatia por seu personagem em "Álbum de família"

'Imagina se alguém ia querer interpretar um personagem com câncer na boca, viciada em drogas, em pílulas para dor e é malvada como uma cobra?', disse a atriz

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diário de Pernambuco Publicação:29/01/2014 16:27
 (REUTERS/Lucy Nicholson)

Meryl Streep não tem "empatia" com seu personagem no filme Álbum de família. A lendária atriz - que ganhou o recorde de 18 nominações ao Oscar por sua atuação como a doente de câncer Violet Weston no drama familiar - admite que não queria interpretar o papel e só aceitou a pedido de uma amiga próxima.

Ela contou ao ITV Lorraine, programa de TV britânico: "Eu não queria interpretar o papel. Imagina se alguém ia querer interpretar um personagem com câncer na boca, que está fazendo quimioterapia, com náuseas o tempo todo, é viciada em drogas, em pílulas para dor e é malvada como uma cobra? Uma mulher que os filhos e o marido a odeiam tanto que ela se suicidou. Ah sim, eu quero participar!".

"A razão pela qual eu aceitei este papel é porque eu uma grande amiga me disse: 'Meryl, você teve uma excelente mãe, você deve fazer isso por todos os que não tiveram'. Eu acho que as pessoas pensarão da mesma forma em não ter empatia com ela".

Streep atua com Julia Roberts, que interpreta sua filha Bárbara no filme. As duas foram nominadas ao Oscar este ano, Roberts como melhor atriz coadjuvante.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES