Brasília-DF,
18/OUT/2017

'Confia em mim' traz Mateus Solano e Fernanda Machado em drama psicológico

Em coletiva realizada em São Paulo, nesta segunda-feira (24/3), a dupla de protagonistas mostrou bom-humor ao divulgar o longa de Michel Tikhomiroff

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel - Enviada especial Publicação:24/03/2014 15:42Atualização:24/03/2014 17:03
Fernanda Machado e Mateus Solano destacaram a preparação para o longa em entrevista (Adriana Izel/CB/D.A. Press)
Fernanda Machado e Mateus Solano destacaram a preparação para o longa em entrevista

São Paulo - Os atores Fernanda Machado e Mateus Solano divulgaram, nesta segunda-feira (24/3), o filme Confia em mim. A entrevista coletiva realizada em São Paulo destacou-se pelo bom-humor da dupla. Solano fez muitas piadas e chegou a fazer uma selfie com a colega de elenco.

O longa-metragem do diretor Michel Tikhomiroff chega aos cinemas em 10 de abril e será exibido em 250 salas do cinema. Confia em mim conta a história de Mari, uma chef de cozinha que sonha em ter o próprio negócio. Ela encontra caminhos para viver esse antigo desejo após conhecer o sedutor Caio, um vigarista pronto para dar um golpe na personagem.

"Já fiz muito cinema, mas essa é a primeira vez que eu conto a história de uma mulher. Foi muito gostoso esse envolvimento", defende Fernanda Machado, que já atuou em filmes como Tropa de elite. A atriz dá vida a Mariana, uma personagem inteligente, porém insegura e, por isso, acaba caindo no golpe.


Mateus Solano vive o vilão da trama. Caio é o novo namorado de Mariana, que após conquistar a confiança dela aplica um golpe na personagem. "Fiquei encantado pela história. Também pelo modo de trabalho. A gente ensaiou o filme inteiro antes. Achei isso raro e muito precioso para o resultado do filme", afirma Mateus Solano.

A dupla protagoniza o longa de Michel Tikhomiroff (Downtown Filmes/Divulgação)
A dupla protagoniza o longa de Michel Tikhomiroff

Esse é o primeiro longa de Tikhomiroff, que decidiu investir em um gênero pouco usual no Brasil: o drama de suspense. A ideia surgiu enquanto ele pensava na temática do filme, que foi decidida assim que ele descobriu que a irmã de um amigo tinha sido vítima de um estelionatário. "A história acompanha a jornada de Mari. Uma pessoa comum, que não é uma trouxa que leva um golpe. Ela se envolve com um cara, qualquer um pode passar por isso. A intenção é fazer com que as pessoas sofram e torçam pela Mari", explica o diretor.

A repórter viajou a convite da distribuidora Downtown Filmes

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES