Brasília-DF,
26/MAI/2017

Terror 'O Espelho' revela roteiro bem contruído e personagens dramáticos

Mesmo com temática clichê, trama se desenrola mantendo tensão constante

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Juliana Figueiredo Publicação:04/07/2014 06:03
Cenas do passado e do presente da menina Kaylie são mescladas no filme de terror
 (PlayArte/Divulgação)
Cenas do passado e do presente da menina Kaylie são mescladas no filme de terror
A história de um objeto amaldiçoado não é nova, mas pode render uma boa trama se bem construída. Esse é o caso de O espelho, longa da Blumhouse Productions, pequena produtora norte-americana responsável por filmes de terror de pequeno orçamento, como as franquias Atividade paranormal e Insidious.

O enredo começa quando o jovem Tim (Brenton Thwaits) sai de um hospital psiquiátrico, após anos internado, e reencontra a irmã mais velha, Kaylie (Karen Gillan). Durante a ausência do irmão, ela procurou um espelho que acredita ter sido o responsável pela morte dos pais deles.

O espectador pode escolher assistir ao filme de Mike Flanagan de duas maneiras: acreditando que o espelho é o responsável pelas atividades sobrenaturais que acontecem em torno dos irmãos Tim e Kaylie; ou acreditando que os dois começaram a imaginar coisas depois que passaram por uma experiência traumática para a qual não encontraram explicações.

Seja qual for a escolha, vale a pena acompanhar o drama dos personagens, revelado aos poucos em um roteiro bem amarrado que mistura situações do passado e do presente dos protagonistas. Apesar de padecer de bons sustos, o filme consegue manter uma tensão constante, que nem o desfecho previsível consegue eliminar.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES