Brasília-DF,
27/MAI/2017

Diretor Jean-Paul Salomé assina a comédia francesa Se fazendo de morto

O longa traz a história de um ator que faz o papel de morto em reconstituições de cena de crimes

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:09/01/2015 07:20
Ator acaba atrapalhando a polícia ao participar da reconstituição de cenas de crimes (Tucaman Filmes/Divulgação)
Ator acaba atrapalhando a polícia ao participar da reconstituição de cenas de crimes

Um início promissor de carreira pode acabar mal. É o que mostra a comédia francesa Se fazendo de morto, assinada por Jean-Paul Salomé. Nela, Jean é um ator que, em 1987, ganhou o prêmio César, o maior do cinema francês. Mas a carreira dele não seguiu como o esperado e nenhum papel importante aparece.

Até que seu agente surge com uma proposta no mínimo inusitada: fazer o papel de morto em reconstituições de cena de crimes. Mesmo contrariado, ele aceita a empreitada e acaba se envolvendo mais do que deveria nas investigações.




COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES