Brasília-DF,
21/OUT/2017

Documentário mostra vida de diretor da cinemateca do MAM no RJ

Cosme Alves Netto tem a trajetória revista em Tudo por amor ao cinema, dirigido por Aurélio Michiles

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Isabella de Andrade - Especial para o Correio - Publicação:31/07/2015 07:41
 (Reprodução)


Nada melhor para falar da vida quem se apaixonou e viveu pelo cinema do que uma homenagem em forma de obra cinematográfica. A trajetória de Cosme Alves Netto, diretor da cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro por mais de duas décadas, é mostrada em Tudo por amor ao cinema.

O documentário, dirigido por Aurélio Michiles, destaca a trajetória de agente político em prol da arte, além do lado pessoal do cinéfilo, com um vasto acervo de entrevistas. Atento aos detalhes, Cosme sempre buscou encontrar e catalogar filmes que pudessem relatar o histórico de outras épocas. Já no fim do documentário, com o depoimento emocionado de sua filha, vemos a faceta amorosa de um pai que transmitia e compartilhava o amor pela arte com a família.

O amor que o amazonense tinha pelos filmes que preservava aparece em entrevistas e depoimentos de amigos e familiares, trechos de obras clássicas e um panorama poético da vida de quem chegou a ser perseguido e preso durante a ditadura militar. Cosme era a favor de que os filmes recuperados pudessem sempre ser exibidos: uma obra parada na estante não tem mais o significado nem o propósito original.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES