Brasília-DF,
24/MAI/2017

Documentário explora a vida do cienasta Woody Allen

O também humorista e comediante vira filme pelas mãos de Robert Weide

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:07/08/2015 10:40
Existe uma constante que parece perseguir a carreira do cineasta Robert B. Weide: ele deposita muito interesse em figuras controversas como Kurt Vonnegut e o ofensivo comediante Lenny Bruce. Esse pendor, entretanto, não se confirma, na abordagem de Woody Allen: Um documentário, que chega às salas de cinema com atraso de três anos.

Depois do viés musical explorado em Wilde man blues — Um retrato de Woody Allen (1997), chegou o momento do quase octogenário diretor ter a carreira esmiuçada de perto. Em fita nada sensacionalista, Weide entrega um produto completo, oficial e até didático do criador, até hoje, de nada menos do que 45 filmes.

Conhecido como um dos corroteiristas do longa de ficção O doador de memórias (2014), o documentarista logra uma estrada bem balizada pelo suporte dos relatos de Allen, genial na sua incapacidade de se levar a sério.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES