Brasília-DF,
21/OUT/2017

Filme Obra é a estreia de Gregorio Graziosi em longas-metragens

A estética que se produz no filme vem sendo cultivada desde os curtas do diretor

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Anna Beatriz Lisbôa - Especial para o Correio Publicação:14/08/2015 06:06Atualização:14/08/2015 13:53
Irandhir Santos vive um arquiteto oprimido pela cidade e pelo passado em Obra (Superfilmes/Divulgação)
Irandhir Santos vive um arquiteto oprimido pela cidade e pelo passado em Obra

A cor cinza do encontro entre céu e edifícios no horizonte de São Paulo é evidenciada pela fotografia precisa de Obra, estreia de Gregorio Graziosi em longas. É necessário um protagonista com a força de Irandhir Santos para fazer frente à presença arrebatadora de Sampa.


O ator interpreta o arquiteto João Carlos, que descobre cemitério clandestino nas obras do terreno da família. Os fantasmas são revelados no mesmo momento em que ele se preparara para ser pai.

O desespero da cidade e da violência oculta se manifesta no corpo de João Carlos, que, incapaz de expressar­-se com palavras, acumula a tensão em uma hérnia de disco.

Confira as sessões do filme aqui

A estética que se produz no filme vem sendo cultivada desde os curtas do diretor, que investiga com olhar sensível a relação entre as pessoas e os espaços. Usando poucas palavras, Graziosi desenvolve discurso eloquente sobre memória, violência e urbanismo.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES