Brasília-DF,
26/ABR/2017

Animação 'O menino e o mundo' representa Brasil no Oscar

A partir da ausência da figura paterna, protagonista descobre seu lugar na sociedade

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:22/01/2016 07:00

Apropriações da mentalidade infantil, com as infinitas possibilidades criativas das crianças, deram a base para que o diretor brasileiro Alê Abreu conquistasse cinéfilos internacionais, a ponto de receber uma indicação ao Oscar de melhor animação por O menino e o mundo.

 

É a partir de uma ausência da figura paterna que o menino do título se entrega à jornada errante na qual descobrirá não apenas o seu lugar na sociedade, mas ainda, como cidadão, perceberá o papel desempenhado por cada indivíduo inserido em realidade capitalista e desigual.

 

Tudo, porém, é contado com carga e energias peculiares, num painel colorido e explosivo com andamento que se aproxima das grandes musicais dos anos 1930. O diferencial é que O menino e o mundo é nacional e bebe muito da nossa riqueza cultural. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES