Brasília-DF,
11/DEZ/2017

'Um suburbano sortudo' faz rir com performance de Rodrigo Sant'Anna

Longa retrata de maneira cômica a ascensão da classe C

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:12/02/2016 07:00
[FOTO1]
“Ele é a cara do Brasil”, detecta um dos personagens de Um suburbano sortudo, fazendo referência a Rodrigo Sant´Anna, protagonista da mais nova comédia do produtivo diretor Roberto Santucci (Até que a sorte nos separe e Loucas pra casar). Falando abertamente sobre a ascensão da classe C, Sant´Anna dá um show, com cascatas de risos.
 
 
O filme, pelo humor fácil, explora o inconveniente da gama escatológica, mas é escorregada das menores. Em cena, vale mesmo o talento de Sant’Anna, uma metralhadora de graça, na pele do camelô Denílson. Ele é candidato involuntário à herança de R$ 200 milhões deixados pelo pai biológico, interpretado por um gaiato Stepan Necerssian. “Meio-irmão” da personagem de Carol Castro, Denílson terá oponentes de peso, no meio da grã-finagem, com tipos impertinentes a cargo dos eficientes Guida Vianna e Victor Leal.
 
Desbocado, em frente à personagem engasgada, Denílson solta pérolas como “é pentelho ou chupou manga?”.Na melhor sequência, Sant’ Anna se multiplica, vivendo todos os personagens de uma família, com ênfase para o sibilante Roger e para a bombada Jennifer.
Debochando de filme-cabeça, inclusivo, na cena do Piscinão de Ramos e divertido nas deduções em torno de sertanejo universitário, o cinema de Santucci pode ser leve, ainda mais explorando músicas populares como Glamourosa e Tchu-tchá-tchá. Com Rodrigo Sant´Anna em cena, Paulo Gustavo que se cuide!
 
Confira as sessões de Um suburbano sortudo aqui

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES