Brasília-DF,
24/MAI/2017

Conspiração e poder mostra o mundo de mentiras e manipulações por traz de eleição

Baseado em livro de Mary Papes, longa aborda caso real das eleições americanas que culminaram na vitória de Bush

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:25/03/2016 06:30

Cate Blanchett, em Conspiração e poder: olho preciso sobre fatos do passado (Mares Filmes/Divulgaçao)
Cate Blanchett, em Conspiração e poder: olho preciso sobre fatos do passado


Simplesmente Truth (verdade, em inglês), como grafado no título original, o filme de produção americana e australiana Conspiração e poder retrata um caso real, em meio às eleições norte-americanas que culminaram com a vitória do republicano George W. Bush. O roteiro deste primeiro longa dirigido por James Vanderbilt foi baseado no livro da produtora de jornalismo televisivo Mary Papes Verdade e dever: A imprensa, o presidente e os privilégios do poder.


Depois de conduzir empreitada jornalística investigativa, que desbaratou torturas na prisão iraquiana de Abu Ghraib, Mary Papes centrou fogo nos bastidores da vida do candidato Bush. Ela, interpretada na tela por Cate Blanchett, também percebeu como digno de denúncia: havia uma lacuna na atuação militar de Bush, justo em período decisivo da Guerra do Vietnã.

 

 


O filme de James Vanderbilt se desenrola em ambiente no qual as inquietações dos profissionais da rede CBS (entre os quais, o âncora Dan Rather, representado por Robert Redford) pode vir a afetar eleições que contrapõem Bush e John Kerry. No elenco do filme do renomado autor dos roteiros de Zoodíaco e O espetacular Homem-Aranha estão ainda Topher Grace e Dennis Quaid.

 

Para conferir as sessões de Conspiração e poder, clique aqui. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES