Brasília-DF,
23/JUN/2017

'Fogo no mar' trata do drama de refugiados na Europa

Longa do diretor Gianfranco Rosi Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Berlim

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:29/04/2016 06:32Atualização:28/04/2016 17:37

 (Reprodução/Internet)


Filme destacado na abertura paulistana do festival É Tudo Verdade, Fogo no mar chega ao circuito de exibição, premiado com o Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Berlim que foi presidido pela atriz Meryl Streep.

 

 (Reprodução/Internet)
 


A partir de 70 horas de filmagens, o diretor Gianfranco Rosi concentrou foco na ilha de Lampedusa, entre a África e a italiana Sicilia, para o longa de narrativa documental. Apontado por Rosi como “o novo Holocausto”, o problema derivado da crise de imigração, com fluxo acentuado entre a África e o Oriente Médio, é o grande tema de Fogo no mar. E “não adianta fechar os olhos”, como já disse o cineasta à parte da imprensa brasileira.

Toda a ação de desembarques ilegais se passa na costa sul italiana e tem como testemunha o menino Samuele, de 12 anos. A produção franco-italiana foi finalista, entre cinco longas, na categoria de melhor filme do ano David di Donatello. Levou ainda prêmio do júri ecumênico, no Festival de Berlim.

 

 Para conferir as sessões de Fogo no mar, clique aqui

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES