Brasília-DF,
30/ABR/2017

Uma loucura de mulher, filme dirigido por Marcus Ligocki Jr., é promessa

O elenco é formado por Mariana Ximenes e Miá Mello

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:03/06/2016 06:04Atualização:02/06/2016 17:26
[FOTO1] 
Com elaborados créditos de abertura que remetem às fitas de Doris Day, o filme de estreia na direção de Marcus Ligocki Jr. parece promissor e elaborado. Mas, a impressão se torna mero esboço. Está instaurado o velho dilema de romantismo de homens contra mulheres.

Casada com Gero (Bruno Garcia), um político eminente, a protagonista vivida por Mariana Ximenes quer se desprender da imagem de esposa “dedicada e companheira”.
Na Brasília que “é um ovo”, como diz Lúcia, a amiga dela feita por Miá Mello, não conseguiria circular anônima e fugir do cerco de lascivo político interpretado por Miéle.
A aliança por um triz leva Lúcia para um respiro carioca. Recolhida, terá tempo para espinhosa amizade com a vizinha (a divertida Guida Vianna) e para nostálgica reaproximação com Rapozo (Sérgio Guizé).


O humor nada incisivo adotado na fita deixa os atores travados. Cheio de rigor na construção de imagens, Ligocki Jr. deu ótima vazão à beleza de Ximenes. O espaço dos coadjuvantes é bem ocupado por tipos sorrateiros como o de Augusto Madeira.
Mudanças abruptas de comportamentos e uma perseguição de carro em nada acrescentam ao pálido humor da fita.

Clique aqui e confira as sessões

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES