Brasília-DF,
26/ABR/2017

Documentário relembra caso de escravidão infantil no Brasil

Aloísio Silva, número 23, relembra os tempos de eugenia no Brasil em 'Menino 23'

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:08/07/2016 06:40



A descoberta de tijolos marcados com suásticas nazistas em uma fazenda no interior de São Paulo serviu de mote para Belisário França no documentário Menino 23. O cineasta acompanha a investigação do historiador Sidney Aguilar.

 

Na década de 1930, 50 meninos negros e mulatos foram levados de um orfanato no Rio de Janeiro para a fazenda onde havia a parede de tijolos. Escravizadas, as crianças passaram a ser identificadas por números.


Em Menino 23, o público conhece Aloísio Silva (o “23”) e a família de José Alves de Almeida (o “2”).  Pela primeira vez, Silva fala sobre o assunto em público.

 

 

 

Para conferir as sessões de Menino 23, clique aqui

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES