Brasília-DF,
18/NOV/2017

Comédia 'Belas famílias' apresenta relações familiares conflituosas na narrativa

O longa francês é dirigido por Jean-Paul Rappeneau, realizador de 'Cyrano' e 'Viagem do coração'

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:14/10/2016 06:45Atualização:13/10/2016 18:06
Confusões entre mães e filhos dão o tom do francês 'Belas famílias' (Reprodução/Internet)
Confusões entre mães e filhos dão o tom do francês 'Belas famílias'

Dez anos separam Jérôme, o protagonista de Belas famílias, de seus parentes. Neste tempo, ele deixou a França e morou na China. Uma viagem de negócios leva o rapaz e a noiva dele ao encontro do clã.
 
Confira as sessões do filme.
 
Mas nada de bom o aguarda. A relação dele com a mãe e com o irmão não é das mais harmoniosas, o que rende alfinetadas de todos os lados. Além disso, Jérôme logo descobre que a casa onde passou boa parte da infância é alvo de uma disputa entre a mãe e a segunda esposa do pai, que alega que ele deixou o imóvel para ela antes de morrer.
 
 
O rapaz acaba passando mais tempo do que o planejado no país para tentar resolver a situação. A ideia é resgatar o passado por meio da casa. O problema todo vem quando ele conhece a filha da madrasta e se apaixona por ela.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES