Brasília-DF,
22/SET/2017

Nicolas Winding Refn aborda o universo das modelos em 'Demônio de neon'

O longa, do mesmo diretor de 'Drive', não agradou no Festival de Cannes e recebeu mais vaias que aplausos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:28/10/2016 06:31Atualização:27/10/2016 17:41
Elle Fanning tem sido apontada como uma boa surpresa de 'Demônio de neon' (Reprodução/Internet)
Elle Fanning tem sido apontada como uma boa surpresa de 'Demônio de neon'
Aos 18 anos, Jesse (Elle Fanning, escolha elogiada pela crítica internacional para o papel) acaba de chegar a Los Angeles. A protagonista de Demônio de neon sonha em se tornar modelo profissional. A estratégia dela para chamar a atenção é chocar. E dá certo: depois de fazer um ensaio mórbido, ela acaba contratada por uma grande agência.

Mas entre cliques e muito glamour, Jesse tem que lidar também com o ego de colegas. A maquiadora Ruby (Jena Malone) não dá trégua à moça e revela-se uma perigosa influência. Ela apresenta a Jesse as drogas e as coisas ruins desse universo.
 
Saiba os horários deste filme. 
 
Assim como fez em Drive, o diretor Nicolas Winding Refn aposta numa narrativa nada linear, que aposta, por exemplo, em diálogos feitos por meio de espelhos. A preocupação com a estética, pontuada por músicas eletrônicas e iluminação escura e psicodélica, chamaram a atenção da crítica internacional.
 
 
Exibido no Festival de Cannes deste ano, Demônio de neon não agradou muito. Ao fim da projeção, houve mais vaias do que aplausos.

De nome novo
Agora, Nicolas Winding Refn mudou de nome. A partir de Demônio de neon, ele assina como NFR. Será que vai dar sorte?

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES