Brasília-DF,
21/OUT/2017

'Eu fico loko' leva universo adolescente aos cinemas

O longa é inspirado no livro homônimo do youtuber Christian Figueiredo e tem direção de Bruno Garotti

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:13/01/2017 06:08

Christian Figueiredo é um fenômeno entre youtubers brasileiros. Com 22 anos, o rapaz acumula mais de 6,5 milhões de seguidores e lançou três livros. Um deles, Eu fico loko, deu origem ao filme homônimo, que estreia com ares de blockbuster.
 
No longa, dirigido por Bruno Garotti e roteirizado por Bruno e Christian, o público acompanha a história de sucesso do youtuber e escritor. O personagem principal é interpretetado por Cauã Gonçalves Pereira (aos 10 anos) e por Filipe Bragança (aos 15). Christian entra em cena, mas como narrador. O elenco ainda tem nomes conhecidos, como Alessandra Negrini, Marcello Airoldi e Suely Franco.
 
Confira as sessões de Eu fico loko. 
 
Eu fico loko conta a história de vida de Christian, menino que sonhava em ser popular na escola e em conquistar a garota mais disputada da classe. Mas não é bem o que acontece e a cada fora (o rapaz é desastrado e destraído)  vira matéria-prima para o que, mais tarde, se transformariam nos vídeos no youtube.
 
Eu fico loko leva o universo juvenil para a telona  (Espaço Z/Divulgação)
Eu fico loko leva o universo juvenil para a telona
 
 
A narração do Christian verdadeiro tem chamado atenção da crítica. O ponto alto dessa espécie de Confissões de adolescentes 2.0 é a natural identificação entre realizadores e público.

“Eu nunca fui o adolescente que se dava bem, que as garotas gostavam —  eu tinha um sonho, um hobby, gostava de me comunicar, de gravar, e eu apostei naquilo. Agora virou o meu trabalho e aquilo abriu muitas portas para muita coisa que eu faço hoje em dia.”
Christian Figueiredo




COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES