Brasília-DF,
31/JUL/2021

Katherine Jackson acusa empresa de não ter oferecido atendimento a Michael

"Meu filho precisava de outro médico, um médico externo, não o doutor Murray", declarou a mãe do músico

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:22/07/2013 10:46Atualização:22/07/2013 14:18
 (REUTERS/John Gress/Files)
Em seu primeiro depoimento contra a promotora de shows AEG Live, a mãe do cantor Michael Jackson, Katherine Jackson, 83 anos, acusou a empresa de não ter oferecido atendimento médico adequado ao filho, que ficou doente enquanto se preparava para uma turnê de 50 shows em 2009.

A ação alega que a AEG foi responsável por contratar o médico Conrad Murray, condenado por homicídio culposo, por ter administrado a dose letal de medicamentos a Jackson. “Meu filho precisava de outro médico, um médico externo, não o doutor Murray.”

_______

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK