Brasília-DF,
31/JUL/2021

Editor da Billboard acusa Lady Gaga de trapacear na contagem do YouTube

A cantora havia publicado um link para assistir o clipe "Applause" repetidamente

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:21/08/2013 15:22Atualização:21/08/2013 16:59
 (LadyGagaVEVO/YouTube/Reprodução)
A cantora Lady Gaga pode estar em maus lençóis novamente. O editor da revista americana Billboard, Bill Werde, acusou a artista de divulgar um link que falsificava a contagem de visualizações do vídeo "Applause", no YouTube. O link permitia a reprodução do clipe, que poderia ser repetido até 9 horas ininterruptas.

As visualizações do YouTube entram na contagem dos rankings da Billboard, mas segundo o editor, é apenas uma pequena parte do cálculo da revista. O número de visualizações do vídeo será recalculado novamente e corrigido para o número correto de vezes que "Applause" foi visto.

A cantora retirou o link de suas páginas oficiais ao saber dos tweets do jornalista e da "trapaça".

Confira a nota do jornalista Bill Werde sobre o link:
"Um artista que divulga um link no Twitter ou no Facebook, que permite que seus fãs deem play e abandonem o computador tocando sozinho não é o espírito que do buscamos nos nossos rankings. Twittar que um artista está tentando trapacear é a mesma coisa que avisar um policial que alguém está ultrapassando o limite de velocidade. Nós podemos pegá-lo e pará-lo. Nós contamos multiplas visualizações por uma única pessoa. Assista ao vídeo por conta própria, que nós contaremos.

Porém existe uma linha entre fazer isso e tweetar um link que toca o mesmo vídeo por 9 horas. Gaga disse que cometeu um erro e eu acredito nela. Eu não faço parte de uma briga entre fãs. Eu não quis atacar a Gaga. Só quis alertar os fãs que essas trapaças não funcionam. Minha razão para discutir isso em público é que, primeiro eu tenho novas ideias e insights, e segundo, para que fãs de todos os artistas parem de fazer coisas idiotas".

_______

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Edila Lima 21 de Agosto às 20:06

Também pudera, quantos são os que ainda dizem gostar desse tipo de música e roupagem chata que ela força tanto? Haja música chata!

[Denunciar]

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK