Brasília-DF,
04/AGO/2021

Caio Castro divide opiniões depois de confessar que não gosta de literatura e teatro

O ator deu declaração polêmica em entrevista a jornalista Marília Gabriela, no ano passado, mas o episódio ainda repercute

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Estado de Minas Publicação:21/02/2014 08:59Atualização:21/02/2014 09:20

Entre sussuros e críticas amargas o ator experimenta pela primeira vez as críticas dos colegas (Reinaldo Marques/TV Globo)
Entre sussuros e críticas amargas o ator experimenta pela primeira vez as críticas dos colegas

Caio Castro conheceu um outro lado da fama. Arrancando suspiros de homens e mulheres e com contratos publicitários expressivos, agora sente o amargo sabor das críticas dos colegas. A entrevista cedida para Marília Gabriela, no ano passado e reprisada recentemente, continua repercutindo. Nela, o ator confessou não gostar de literatura e teatro. Disse que lê por obrigação para estar “antenado”.

Miguel Falabella disse no Twitter: “Não interessa saber quem é. Esse tipo de gente não interessa e ponto. Você só erra quando o chama de ator, querida. Não é ator. É desinibido”. O ator Pedro Paulo Rangel o chamou de “anta”. Maitê Proença utilizou o Facebook: “Estou perplexa. Como é que um ator, bombado na mídia como Caio Castro, revela em entrevista, num país carente de informação e cultura, como o Brasil, que não gosta de literatura e nem de teatro?! Esse rapaz não sabe que pode se calar?”.

O ator Carlos Vereza saiu em defesa. No YouTube, disse que é muito confortável massacrar Castro e classifica a atitude dos colegas como “hipocrisia”. Mais: “Por que não culpar as televisões que incentivam as carinhas bonitas e sem conteúdo? Caio, parabéns por sua sinceridade. Agora, para os mais velhos: Retiro dos Artistas”, ironizou.

_______

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK