Brasília-DF,
23/JUN/2018

Justin Bieber cogita possibilidade de unir-se à organização Ku Klux Klan

Cantor envolvido em acusações racistas brinca com a possibilidade de entrar para organização protestante

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:04/06/2014 12:56Atualização:04/06/2014 13:38
 (REUTERS/Miami Beach Police Dept./Handout via Reuters)
Nesta quarta (4/6), Justin Bieber ganhou novamente a atenção de todos, o cantor canadense que teve seu nome envolvido esta semana em acusações de conotação racista, agora cogita a possibilidade de se unir à Ku Klux Klan, organização que defende a supremacia da raça branca e o protestantismo, diz o tablóide The Sun.

O astro está sendo acusado de racismo por vídeo publicado pelo TMZ. Nas imagens, o cantor aparece contando uma piada sobre negros e fala diversas vezes a palavra "nigga", termo considerado preconceituoso para se referir à raça. De acordo com o site, no vídeo, Bieber interpreta uma versão de sua música One Less Lonely Girl ("Uma Menina Solitária a Menos") em que muda a palavra "menina" pela expressão "negro". O material foi gravado quando ele tinha 15 anos e se encontrava em um evento promocional. Na época, ele estava em início de carreira e não era conhecido no mundo inteiro.

De acordo com uma fonte ouvida pelo The Sun, a piada pode complicar o futuro do cantor, já que o astro não consegue se afastar de polêmicas e arruma confusão em shows e festas, além de ser acusado de estar viciado em drogas e remédios. "É o pior pesadelo para Justin Bieber e seus empresários", revela a fonte.

Ainda de acordo com a publicação do TMZ, uma pessoa que estava no momento da piada diz que havia um negro na sala e que ele não se importou com a 'brincadeira'. Biber já divulgou nota pedindo desculpas pelo comportamento. Leia:

"Quando criança, eu não entendia o poder de certas palavras e como eles podem machucar. Eu pensei que era tranquilo repetir palavras pejorativas e piadas, mas na época não percebi que não era engraçado e que de fato minhas ações eram continuar a ignorância.

Graças aos amigos e familiares que eu aprendi com os meus erros, cresci e peço desculpas pelos erros. Agora que esses erros do passado se tornaram públicos eu preciso pedir desculpas novamente a todos aqueles a quem eu tenha ofendido.

Sinto muito. Eu levo minha amizade com pessoas de todas as culturas muito a sério, e peço desculpa por ofender ou ferir alguém com o meu erro infantil e indesculpável. Eu era uma criança na época e agora eu sou um homem que sabe a minha responsabilidade para com o mundo e não cometerei esse erro novamente.

A ignorância não tem lugar na nossa sociedade e espero que o compartilhamento das minhas falhas possa impedir que outras pessoas cometam o mesmo erro no futuro. Pensei muito e bem no que eu queria dizer, mas dizer a verdade é sempre o que é certo. Há cinco anos, eu cometi um erro imprudente e imaturo e eu sou grato a pessoas próximas a mim, que me ajudaram a aprender essas lições. Mais uma vez …. Eu sinto muito."


Justin alcançou a fama mundial em 2009 e suas músicas logo chegaram ao topo das mais pedidas. Em dezembro, o cantor anunciou pelo Twitter que se ausentaria do mundo da música. Entre os escândalos de sua carreira, está o julgamento contra ele que acontecerá no próximo mês, em Miami, em que é acusado por excesso de velocidade, dirigir sob efeito de substâncias tóxicas e resistência à autoridade.

A conduta do astro teen gerou tanta revolta nos EUA que 275 mil pessoas fizeram um abaixo assinado à Casa Branca pedindo a deportação de Justin Bieber.

_______

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
adelaide frança 05 de Junho às 10:11

nossa, ele ta só piorando!!!

[Denunciar]

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK