Brasília-DF,
18/JUN/2018

Jonah Hill pede desculpas por usar expressão homofóbica a paparazzo

Ator de 'É o fim' atacou fotógrafo com termo ofensivo e retratou-se com a comunidade LGBT, de quem se declara apoiador: ''não mereço seu perdão''

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Estado de Minas Publicação:05/06/2014 08:46Atualização:05/06/2014 08:55
Hill assume que ''disse a pior coisa que eu pude pensar naquele momento'', mas pondera: ''eu não quis realmente dizer aquilo. Não disse em um sentido homofóbico'' (Danny Moloshok/Reuters)
Hill assume que ''disse a pior coisa que eu pude pensar naquele momento'', mas pondera: ''eu não quis realmente dizer aquilo. Não disse em um sentido homofóbico''

O ator Jonah Hill, duas vezes indicado ao Oscar, desculpou-se em um programa de televisão por ter usado uma expressão homofóbica ao reagir contra o assédio de um paparazzo. Nomeado ao prêmio da Academia por O homem que mudou o jogo (2011) e O lobo de Wall Street (2013), Hill classificou suas declarações como "grotescas" durante o programa do apresentador Jimmy Fallon, na noite de terça-feira, ressaltando que elas não condizem com seu apoio de longa data à comunidade LGBT.

A estrela de Hollywood explicou que estava com amigos no fim de semana quando "um paparazzo estava me incomodando e me xingando, com ataques pessoais a mim e a minha família, deixando-me genuinamente machucado e com raiva". Querendo rebater os xingamentos, o ator "disse a pior coisa que eu pude pensar naquele momento. Eu não quis realmente dizer aquilo. Não disse em um sentido homofóbico", afirmou.

A sua fala, registrada em vídeo pelo site de fofocas TMZ, foi "Chupa meu ..., viadinho". "Como você quer dizer as coisas não importa. As palavras têm um peso e um significado. A palavra que eu escolhi é grotesca, e ninguém merece falar ou ouvir uma expressão como essa", desculpou-se, claramente arrependido.

"Estou de coração partido, genuinamente e profundamente arrependido por qualquer um que já tenha sido afetado por esse termo em sua vida", reforçou o ator. "Eu não não mereço nem espero seu perdão", ressaltou. O último filme de Hill é 'Anjos da lei 2', continuação do filme de 2012.

_______

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK