Brasília-DF,
23/OUT/2018

Bebidas naturais estão em alta no Bendito Suco; confira opções

As bebidas que têm mais saída são o suco alto astral, que leva laranja e manga, e o bendito suco, no qual são misturados laranja, abacaxi, rúcula e hortelã

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira - Especial para o Correio Rebeca Oliveira Vinicius Nader Publicação:03/01/2013 06:08
Com morango, maracujá, abacaxi e leite condensado, o estação é um dos campeões de venda no Bendito Suco (Janine Moraes/CB/D.A Press)
Com morango, maracujá, abacaxi e leite condensado, o estação é um dos campeões de venda no Bendito Suco
A empresária Regina Parreira, sócia do Bendito Suco, ao lado dos filhos Manuela e Pedro Henrique, espera ansiosamente o mês de janeiro de cada ano. “Janeiro é a nossa alta estação. Vendo em 15 dias o mesmo que venderia durante o mês inteiro em outras épocas do ano”, contabiliza.

Regina credita o aumento de vendas às férias e ao calor, já que comanda uma casa especializada em sucos, saladas e sanduíches e wraps leves. A preocupação com a vida saudável ultrapassa o menu e o restaurante apoia atletas da cidade, como o maratonista Gilvan Pereira.

Servidas no copo de 450ml (R$ 7,80) ou na jarra de 700ml (R$ 11,60), duas das bebidas que têm mais saída são o suco alto astral, que leva laranja e manga, e o bendito suco, no qual são misturados laranja, abacaxi, rúcula e hortelã. “O estação também tem uma saída muito boa. Acho que é porque é docinho”, afirma Regina, referindo-se ao sabor do suco que combina morango, abacaxi, maracujá e leite condensado e é vendido a R$ 10,80, o copo com meio litro.

Para comer, as opções podem ser o wrap de tomate seco, muçarela de búfala, rúcula e cream cheese (R$ 29,90) ou a salada superclorofila (R$ 27,90), combinação de carpaccio de salmão, manga, alfaces roxa, lisa e americana, endívia, acelga, radicchio, rúcula, tomate, parmesão e vinagrete. “Gosto de ressaltar que trabalhamos quase que somente com produtos orgânicos. Só em último caso optamos por um ou outro item por não acharmos ou quando não existe opção no mercado. Mesmo que seja preciso pagar mais pelo produto, preferimos trabalhar dessa maneira”, orgulha-se Regina, que se prepara para enfrentar um desafio em 2014: abrir franquias no Sudoeste, na Asa Sul e no Rio de Janeiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK