Brasília-DF,
23/SET/2021

Essencial na gastronomia uruguaia, a Parrilla é apreciada em várias versões

Os cortes uruguaios são estrelas de alguns restaurantes da capital, que capricham no preparo da carne

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:14/06/2013 06:04Atualização:13/06/2013 14:27

Riephoff trata a parrilla como uma forma de não romper com os laços de sua terra natal ( Iano Andrade/CB/D.A Press)
Riephoff trata a parrilla como uma forma de não romper com os laços de sua terra natal
Espécie de prima da nossa churrasqueira, a parrilla é essencial na gastronomia uruguaia. E foi numa dessas que o chef do Figueira da Villa, o uruguaio Miguel Angel Riephoff, aprendeu a cozinhar, ainda menino, em Montevidéu. Há 17 anos no Brasil, Miguel trata a parrilla como uma forma de não romper com os laços de sua terra natal. “Nem mesmo o futebol me dá mais lembranças que a gastronomia”, brinca.Um dos cortes de carne que mais chama a atenção na casa que Miguel comanda, a parrilla, é a paleta de cordeiro. Assada na brasa, a peça, que pesa cerca de 1,5kg, serve até três pessoas e custa R$ 96. O cordeiro também pode ser apreciado no restaurante em outra versão: o carré, vendido a
R$ 58 a porção de 300g.

Carnes selecionadas

Os cortes uruguaios também são as estrelas do Corrientes 348. Da parrilla desta casa saem carnes como o vacio especial, servido em dois tamanhos: 600g e 300g, que custam, respectivamente, R$ 119 e R$ 74. “Nosso vacio é especial. Ele é a parte do fraldão da carne, não somente o da fraldinha, como costuma ser em outras casas”, afirma o gerente João Paulo Oliveira.


Já no restaurante Parrilla Madrid, de Gil Guimarães, uma das carnes uruguaias oferecidas é a paleta de cordeiro, que chega à mesa depois de passar por um cuidadoso processo de preparo. “A carne fica um dia inteiro marinando no vinho branco com alecrim e alho. Depois de assar lentamente por cinco horas no forno, ela é finalizada na parrilla”, explica Gil.



A porção suficiente para servir quatro pessoas custa R$ 139. Outra sugestão da casa é o vacio, corte servido nos tamanhos de 300g (R$ 67) e 190g (R$ 42).

Onde comer

Corrientes 348

(411 Sul, bloco D, loja 36; 3345-1348)
Aberto de terça a quinta, das 12h às 15h e das 19h à 0h; sexta e sábado, das 12h à 1h30; e domingo, das 12h às 18h.

Figueira da ViLla
(Vila Planalto. Rua Emulpress 1, lote 1 parte A, Acampamento DFL; 3081-0541)
Aberto de segunda a sábado, das 12h à 0h; e domingos, das 12h às 17h.

Parrilla Madrid
(408 Sul, bloco D, loja 1; 3443-0698)
Aberto para almoço de segunda a quinta, das 12h às 15h; e de sexta a domingo, das 12h às 17h; para jantar de segunda a quarta, das 18h à 0h30; e de quinta a sábado, das 18h à 1h30.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK