Brasília-DF,
18/SET/2021

O verdadeiro café gourmet encanta os brasilienses

Antonello Monardo afirma que um bom café começa com um grão de alta qualidade

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira, especial para o Correio Publicação:21/06/2013 06:07Atualização:20/06/2013 17:21
Com o crescimento de casas especializadas, o café deixou de ser servido após as refeições e tomou o posto de prato principal (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Com o crescimento de casas especializadas, o café deixou de ser servido após as refeições e tomou o posto de prato principal
Para alguns, ele é tão milagroso que passou a ter status de santo. Não é à toa que o precioso cafezinho possui lugar cativo nos lares — e na economia — dos brasileiros. Em média, consumimos cerca de 83 litros da bebida por ano. Mas, nem sempre aquela xícara tão irresistível significa um produto de qualidade. Com a palavra, Antonello Monardo, dono de um café com grife, a Antonello Monardo Caffè Espresso.

Segundo ele, um bom café começa com um grão de alta qualidade. E eles custam cerca de R$ 40, a embalagem com 1 kg. O custo elevado vale a pena: pode render até 140 xícaras. No dia a dia, a maneira mais popular de preparo é utilizando o coador. O conselho de Antonello Monardo, nesses casos, é não ferver a água. Quando muito aquecida, ela pode queimar o pó e liberar um sabor amargo. Outra recomendação é consumir o café em, no máximo, 30 minutos.

Com o crescimento de casas especializadas, o café deixou de ser servido após as refeições e tomou o posto de prato principal. Monardo alerta para um pequeno detalhe: o uso da palavra gourmet. Segundo o barista, ela não é só uma expressão bonita. Para possuir essa nomenclatura, é necessário que o grão seja 100% puro e cumpra uma série de recomendações. “Nesse ponto, a lei brasileira é a melhor do mundo. Não existem tantas especificações em outros lugares. Nem na Itália, de onde vim”, afirma o especialista.

RECEITA
Melhore seu café coado em três passos:

1 – Use sempre água mineral ou filtrada. E não ferva! A fervura queima o pó e libera um sabor amargo.
2 – Utilize um pó com a moagem correta. Um café muito fino tem mais cafeína e acidez. A moedura perfeita para o coador é a média.
3 – Escalde a garrafa térmica antes do uso e consuma a bebida até 30 minutos após o preparo.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK