Brasília-DF,
21/SET/2021

Chef explica as influências da comida americana nos pratos chineses

Segundo Renato Yang, os chineses migrantes adaptaram os pratos por falta de ingredientes

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Publicação:12/07/2013 06:01Atualização:11/07/2013 14:34
Frango xadrez: na China, as castanhas substituem o amendoim, entre outros ingredientes (Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)
Frango xadrez: na China, as castanhas substituem o amendoim, entre outros ingredientes
A presença de chineses nos EUA é muito forte desde o século 19, quando os orientais migraram para a América onde trabalhariam principalmente na construção de estradas de ferro. Eles se concentraram no lado Oeste do país, e lá existe uma cozinha tão mesclada que pode ser classificada como sino-americana.

Os chineses migrantes não tinham ingredientes para seguir suas receitas à risca e, com isso, se viram obrigados a fazer adaptações. “A cozinha chinesa que o brasileiro gosta é a cópia da encontrada nos EUA, com as adaptações americanizadas”, afirma Renato Yang, chinês que comanda o restaurante Pacífico, na Asa Norte.

Adaptações

Segundo Renato Yang, uma das diferenças mais gritantes é o uso da carne bovina na terra de Barack Obama com mais frequência do que a suína em pratos, como o rolinho primavera e a carne acebolada. “Na China, eles sempre são feitos com carne de porco, que é um pouco mais dura, porém mais saborosa. Já nos EUA e também aqui no Brasil, o pessoal gosta mais de filé, que é mais macio”, compara Renato. Em seu restaurante, a carne acebolada — preparada com filé, à brasileira — é servida a R$ 26, a porção para duas pessoas e o rolinho primavera, também recheado com carne bovina, custa R$ 14, a porção com quatro unidades.

Outra discrepância observada por Renato está no molho agridoce. Isso acontece, porque o vinagre usado no preparo do molho na China não é encontrado com facilidade nos EUA. Além disso, o paladar preferido do americano é bem mais adocicado, o que faz com que as proporções de vinagre e açúcar na receita sejam caridosas.

O arroz também é um acompanhamento que sofreu alterações. “Arroz branco chinês é branco na cor e no sabor. Não leva sal e nenhum outro tempero”, comenta.

Nem o frango xadrez, um dos pratos mais famosos da cozinha chinesa, fica livre das adaptações, já que as castanhas da receita original foram trocadas por amendoim. Aliás, esse é um prato que nem faz tanto sucesso na China e que se popularizou nos EUA para, somente depois, ganhar o mundo. No Pacífico, ele é encontrado no cardápio a R$ 30, para duas pessoas.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK