Brasília-DF,
26/SET/2021

Mineiro abre loja especializada em comercialização de vinhos internacionais

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:12/07/2013 06:09Atualização:11/07/2013 15:09

Savio Soares trocou Minas Gerais pelos melhores aromas de vinhos europeus, que agora já  podem ser comercializados no Brasil (	Liana Sabo/CB/D.A Press)
Savio Soares trocou Minas Gerais pelos melhores aromas de vinhos europeus, que agora já podem ser comercializados no Brasil
Sempre se disse que nos menores frascos estão os melhores perfumes. Isso se aplica, também, à vitivinicultura: nas menores vinhas estão os melhores vinhos. Expressive wines from small growers (vinhos expressivos de pequenos produtores) é o lema do sommelier mineiro Savio Soares, que, há mais de 30 anos, se dedica à comercialização de vinhos, tendo como principal mercado Nova York, onde funciona a Savio Selections, que distribui rótulos de Áustria, Alemanha, França, Itália e Portugal.

 

Savio, que vive entre a Europa e os Estados Unidos, vem anualmente a Brasília, e desta vez para anunciar o início de suas atividades também no Brasil. Ele abriu uma loja/importadora em Santos (SP) chamada Galeria do Vinho, que pode ser acessada pelo site www.vinhonatural.com.br/


Fornecedor de vinho para quase todos os melhores restaurantes do mundo, inclusive o Noma, onde degustei dois rótulos selecionados por ele, na semana passada, o especialista tem predileção por brancos. “Gosto de vinho de países frios produzidos por solos com expressão mineral específica, e principalmente de regiões onde o inverno é longo e o verão é curto”, disse durante entrevista à coluna.

Qual o critério mais importante para selecionar um vinho?
O mais importante para mim é que ele tenha senso de lugar, que seja produzido numa viticultura sadia, sem agrotóxico, que não seja manipulado e seja o mais puro e natural possível.

Na Europa, havia uma praxe de que quem cultivava a vinha e produzia os vinhos era sempre a mesma pessoa. Isso ainda persiste?

Está aumentando cada vez mais. Na França, pela falta de emprego, vários professores de enologia estão virando viticultores. Eu conheço dezenas e trabalho com alguns deles.

Por que só a França tem bom carvalho?
E uma questão que diz respeito à classificação da madeira de carvalho. Faz parte da cultura da França, o francês, quando tem uma coisa boa, protege de todos os modos.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK