Brasília-DF,
21/SET/2021

Artistas do Cirque du Soleil têm cardápio com alimentação variada

O chef do Cantucci Bistrô explica onde os brasilienses podem encontra os pratos dos artitas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira - Especial para o Correio Rebeca Oliveira Vinicius Nader Publicação:16/08/2013 06:01Atualização:15/08/2013 18:54
Sopa de lentilha do Cantucci Bistrô (Breno Fortes/CB/D.A Press)
Sopa de lentilha do Cantucci Bistrô

A reportagem do Divirta-se Mais visitou a cozinha do circo em um dia em que a plaquinha branca, com tinta em azul, apresentava o seguinte menu de almoço: sopa de lentilha, salada grega, feijões mexicanos, roasted potatos wedges, salmão ao molho de maple syrup e shoyo, pizza vegetariana e pizza para amantes de carne.

O Cantucci Bistrô é um dos lugares da cidade onde o público brasiliense poderá apreciar uma sopa de lentilhas (R$ 18) que vai aplacar o frio da noite e ainda dar energia para o dia seguinte. O chef do Cantucci, Rodrigo Melo, explica que o prato leva lentilha, cenouras, batatas, ervilhas e linguiça toscana. “Os ingredientes são cozidos com linguiça para pegar o gosto da carne e passar para o caldo. Adicionamos um pouco de caldo de costela e batemos com a batata cozida, para a consistência ficar mais espessa”, afirma Rodrigo, que serve a sopa acompanhada de pão caseiro.

Roasted potatos wedges são aquelas tradicionais batatas americanas em formato de canoa. No Cantucci, elas ganham outro formato, mas seguem a mesma forma de preparo ao acompanhar o filé 3 mostardas (R$ 38), composto por duas peças altas de tornedor de filé servidos em uma camada de molho de três mostardas: a tradicional, a dijon e a l’ancienne, que vem com pequenos grãos. Aqui, as batatas aparecem aromatizadas com alecrim e com corte em pedaços longitudinais. O toque especial são as cebolas, cozidas por muito tempo e aromatizadas com amêndoa. Rodrigo indica uma cerveja forte, como a belga Duvel (R$ 21) ou um vinho tinto “com personalidade”, como o Catena malbec (R$ 86) para acompanhar o prato.

Pizza para todos os gostos

Pizza à base de abobrinha: opção para artistas vegetarianos (Monique Renne/CB/D.A Press)
Pizza à base de abobrinha: opção para artistas vegetarianos
As duas pizzas servidas no circo demonstram a babel cultural instalada na tenda. Se uma é preparada à base de abobrinha e contempla os vegetarianos, a outra combina calabresa e presunto e agrada aos fãs de carne. Na pizzaria Valentina, a abobrinha aparece assada no sabor Speciale (R$ 56,90, a pizza grande), que também leva muçarela e parmesão, e em lascas no Olívia Palito, (R$ 56,90), com tomate fresco e cream cheese.

“As pizzas sem carne vermelha estão saindo cada vez mais. As pessoas estão descobrindo o sabor delas”, comemora o gerente da casa, Leonardo Cunha, acrescentando que alguns clientes tampouco comem queijo. Nesse caso, basta pedir que o item é retirado da pizza.

Outra opção indicada por Leonardo para quem não come carne é a de alho-poró e mascarpone (R$ 67,90), premiada no ano passado em concurso nacional de pizzas. Na receita, muçarela, shimeji na manteiga, pimenta-dedo-de moça, alho poró e mascarpone.

Já para os amantes de carne, a pizza da Valentina que mais se assemelha à encontrada na tenda do Cirque du Soleil é a parma e pomodoro (R$ 60,90), com muçarela, tomate caqui, presunto de parma e parmesão. “O diferencial é que o parma só entra depois que a pizza está assada”, descreve Cunha.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK