Brasília-DF,
22/SET/2021

Empresária abre restaurante com nome de iguaria italiana

Raíssa Araújo se identifica com a cozinha italiana e escolheu o nome Bottaga para o empreendimento

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Publicação:30/08/2013 06:15


Raíssa Araújo e o fetuccine com lagosta e lascas da Bottarga: explosão de sabores (Ed Alves/CB/D.A Press)
Raíssa Araújo e o fetuccine com lagosta e lascas da Bottarga: explosão de sabores

Formada de ova de tainha prensada e salgada, a bottarga é uma especiaria usada na gastronomia italiana desde os tempos de Marco Polo. A identificação da iguaria com a cozinha daquele país é tão grande que o nome foi o escolhido pela empresária Raíssa Araújo para batizar seu restaurante.

“Meu pai me apresentou à bottarga e eu fiquei encantada com seu sabor. Adotei o nome e o ingrediente no restaurante”, conta Raíssa, ressaltando que o processo pelo qual passa a ova de tainha também é feito com outras ovas, mas a denominação bottarga é exclusiva. Segundo ela, o ingrediente é comum na Sicília, onde é apreciado como aperitivo acompanhado de rodelas de limão siciliano.

Além de dar nome ao restaurante, a bottarga denomina um dos pratos mais pedidos: o fetuccine bottarga (R$ 69), composto de massa fresca com lagosta, mascarpone, limão siciliano e lascas da ova.

“É um prato repleto de sabores criado pelo chef Felipe Bronze. Tem o salgadinho da bottarga, o adocicado da lagosta e o azedo do limão” enumera. Além de conferir sabor, a bottarga — com sua cor alaranjada — dá uma alegria a mais à massa. Raíssa indica para acompanhar essa explosão gustativa um vinho branco italiano da região da Toscana, com uva chardonnay, por ter um “aroma mineral, marinho”.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK