Brasília-DF,
20/SET/2017

Cachaça Encantos da Marquesa entrará na carta do restaurante de Alex Atala

A bebida vai entrar ainda na carta da terceira casa de Alex Atala: Bar Riviera, que será reaberto com o empresário Facundo Guerra

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:06/09/2013 06:23
Eduardo Martins brinda com Rodrigo Cabral a estreia da caninha na gastronomia (Janine Moraes/CB/D.A Press)
Eduardo Martins brinda com Rodrigo Cabral a estreia da caninha na gastronomia

Presidente por duas vezes do Ibama, Eduardo Martins partiu para o plantio de canas especiais numa fazenda que comprou na microrregião de Salinas, em Minas Gerais, em parceria com o amigo José Roberto Correa. Com o nome de Marquesa, a fazenda produzia cachaça comum até os novos donos reformarem completamente o alambique, equipado com novas tecnologias. Menos a da água do poço, que, por ter muito ferro, foi substituída pela água da chuva na preparação do mosto.

“A qualidade da cachaça depende de uma série de fatores, que vai desde o plantio da cana, passa pelo corte da planta e vai até a fermentação, que é biológica, à higiene do alambique e ao amadurecimento no barril”, explica o especialista, que decidiu safrar a bebida. A produção começou em 2007 e já tem pelo menos um rótulo blend: cachaça amarela e branca na proporção de 50% cada uma. Eduardo está plantando mais sete variedades de cana para fazer cachaça de corte.

Alex Atala aprova pinga artesanal feita por brasilienses em Minas (Eduardo Martins/Divulgação)
Alex Atala aprova pinga artesanal feita por brasilienses em Minas
O gole de Atala

Pouco mais de dois meses atrás, o premiado bartender Jean Ponce veio a Brasília ministrar aula no curso de gastronomia do Iesb. Na hospedaria de Ricardo Monterosa, próxima da Torre Digital, o responsável pelos drinques servidos nos restaurantes D.O.M. e Dalva e Dito gostou tanto da “branquinha” Encantos da Marquesa que levou para São Paulo para o chef Alex Atala provar.

O bartender, que tem uma barrica tatuada no corpo, quis conhecer o alambique da Marquesa, em Minas, e, na volta, mais entusiasmado ainda, lembra o produtor Eduardo Martins, incluiu a cachaça dos brasilienses no preparo dos drinques.

A bebida vai entrar ainda na carta da terceira casa de Alex Atala: Bar Riviera, que será reaberto com o empresário Facundo Guerra na esquina mais famosa de São Paulo: Avenida Paulista com a Consolação, onde outrora existiu a famosa casa frequentada por jornalistas, artistas e intelectuais.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK