Brasília-DF,
18/SET/2021

Chef descreve modo de preparo de uma codorna desossada à moda francesa

Formada na França, a Alexandra Alcoforado conta que esse prato tem muita saída no país

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Mariana Vieira - Especial para o Correio Vinicius Nader Publicação:13/09/2013 06:05Atualização:13/09/2013 08:19

Alexandra Alcoforado: codorna  sofisticada no Inácia Poulet Rôti (Zuleika de Souza/CB/D.A Press - 16/2/12)
Alexandra Alcoforado: codorna sofisticada no Inácia Poulet Rôti

A codorna faz parte da formação gastronômica da chef Alexandra Alcoforado. Tanto que a ave é uma das especialidades de seu restaurante, o Inácia Poulet Rôti, que também serve pato e galeto. "Sempre fui fã da carne de codorna. Minha formação como chef foi feita toda na França, onde esse é um prato muito encontrado. Então, minha admiração pela ave só aumentou", lembra Alexandra. Para a chef, a codorna tem um carne"saborosíssima" e leve, apesar de apresentar um gosto bem acentuado. "É uma carne de sabor forte, mas sem tanta fibra como o galeto”, compara.

Em seu restaurante, a codorna é servida semidesossada. Apenas os ossos das coxas e das asas permanecem, seguindo a técnica francesa. "Os ossos da codorna são muito pequenos e atrapalham a degustação, além de ser um perigo para engasgar. Do modo que eu sirvo, a ave fica com muita carne e seu formato é mantido", explica a chef. A aceitação entre o público só aumenta, tanto que tem gente que encomenda a ave temperada para assar em casa, em um churrasco entre amigos.

 

Versatilidade garantida

Quem ler o leque de pratos à base de codorna do Inácia Poulet Rôti vai notar a versatilidade da ave, oferecida assada, recheada e em risotos e massas. Servida sempre em pares, a codorna pode ser semidesossada pura ou recheada com damasco e molho da própria ave com mostarda dijon em grãos, ambas a R$ 36 e acompanhadas por três guarnições escolhidas em uma lista que inclui itens como arroz de castanha, creme de milho ou farofa de miúdos.

Um que tem bastante saída na casa é a codorna corrinha (R$ 39), na qual as aves são escoltadas por batata dauphine. Outras opções que figuram no menu da casa são o risoto de codorna com aspargos frescos (R$ 36, a porção individual, e R$ 52, a que serve duas pessoas) e o espaguete com ragu de codorna (R$ 36). Alexandra conta que algumas pessoas ficam surpresas ao ver que a codorna pode ser usada tanto como principal elemento do prato como em ragus e risotos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK