Brasília-DF,
23/SET/2017

Restaurantes criam hamburgers com ingredientes lights com carnes exóticas

"Sempre quis trazer o melhor de três mundos: carne, peixe e vegetais", explica a chef e proprietária Shirley Soares

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Mariana Vieira - Especial para o Correio Rebeca Oliveira Publicação:13/09/2013 06:09Atualização:13/09/2013 12:27
Avestruz ao molho de vinho branco e ervas da churrascaria Porcão (Monique Renne/CB/D.A Press)
Avestruz ao molho de vinho branco e ervas da churrascaria Porcão
Em tempos de grande preocupação com o teor de gordura dos alimentos e de alta nos produtos zero e light, a carne de avestruz ganha espaço. Até mesmo nas churrascarias ela marca presença. No Porcão, a procura é tão grande que, em horários de muito movimento, o gerente Mauro Luiz Maciel destaca um garçom passador apenas para cuidar da carne.
“Temos clientes que comem apenas avestruz no rodízio”, destaca Mauro. O rodízio da casa custa R$ 105 por pessoa e inclui vários tipos de carne e acompanhamentos.

Mauro conta que o Porcão sempre ofereceu avestruz em seu rodízio, mas que a procura pela carne não para de crescer. A ave agrada tanto que o Porcão serve até 30kg por semana. O corte trabalhado é o filé de leque, que vem de São Paulo semanalmente é preparado ainda fresco e depois mantido em uma câmara fria.

Hambúrguer, mas de caça
O three burguers é uma hamburgueria diferente; seu pilar na verdade é uma tríade. “Sempre quis trazer o melhor de três mundos: carne, peixe e vegetais”, explica a chef e proprietária Shirley Soares. Nutricionista e formada em gastronomia pela escola internacional Le Cordon Bleu, ela atuou como consultora de diversos restaurantes antes de decidir comandar as próprias caçarolas.

Shirley Soares comemora a boa aceitação dos hambúrgueres de avestruz e javali ( Monique Renne/CB/D.A Press)
Shirley Soares comemora a boa aceitação dos hambúrgueres de avestruz e javali
“Quando criamos esse conceito, o ponto principal era que todos os tipos de clientes — carnívoros, herbívoros e onívoros – contassem com opções de extrema qualidade", enfatiza. A chef esclarece que, apesar de servir diversos tipos de proteína, o preparo é sempre na hora, de maneira isolada, para não correr riscos de contaminação.

Além do menu fixo, Shirley vive em busca de novos sabores para criações que são lançadas sempre em trios. Desta vez, a novidade fica por conta das carnes exóticas empregadas nos hambúrgueres: avestruz, javali e cordeiro (R$ 36,90, cada um desses sabores).

Desconstruído, o hambúrguer de javali vem coberto de um requintado e pungente molho de caçador, com base rôti, da própria carne, vinho branco e toques de tamarindo e cogumelo. Pão sírio e chips de mandioca são opções de acompanhamento. Guilherme Soares, sócio e filho de Shirley, recomenda a cerveja francesa Triple Secret des moines (R$ 24,90, a garrafa de 330ml). “É uma bebida que apresenta gosto levemente adocicado, que complementa o sabor da carne”, explica.

Apresentação tradicional
Com apresentação mais tradicional, o hambúrguer de avestruz é servido com pão preto, alface, tomate e molho de maçãs flambadas, mais leve, em sintonia com o sabor da ave. “A carne de avestruz possui mais ômega 3 do que o salmão e tem zero por cento de gordura”, comenta Shirley.

A chef diz que, mesmo há pouco tempo no cardápio, as opções com carnes exóticas tiveram boa aceitação. Para harmonizar com o avestruz, a recomendação é Weihenstephaner Vitus (R$ 28,90, meio litro), cerveja de trigo produzida pela cervejaria mais antiga do mundo.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK