Brasília-DF,
16/DEZ/2017

Alexandre Albanese lança em bistrô frango assado na parrilla ao chimichurri

É assim o cardápio do Nossa Cozinha Bistrô, que traz uma entrada de torradinhas com queijo brie e relish de pimentão, risoto de gorgonzola, maçã e nozes e parrilla de frango ao chimichurri com cuscuz marroquino

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:13/09/2013 06:19Atualização:13/09/2013 12:57
Alexandre Albanese lança no bistrô da 402 Norte frango assado na parrilla ao chimichurri com cuscuz marroquino (Daniel Ferreira/CB/D.A Press)
Alexandre Albanese lança no bistrô da 402 Norte frango assado na parrilla ao chimichurri com cuscuz marroquino

Pequeno, aconchegante e intimista, com uma comida simples e sofisticada. A clássica definição de bistrô, que no começo cabia como luva na casa de apenas quatro mesas, depois da ampliação para 80 lugares mantém a simplicidade e a sofisticação. É assim o cardápio do Nossa Cozinha Bistrô, que traz algumas novidades: uma entrada de torradinhas com queijo brie e relish de pimentão, risoto de gorgonzola, maçã e nozes e parrilla de frango ao chimichurri com cuscuz marroquino. Os três têm em comum uma pegada agridoce.

“Esta é uma tendência que eu gosto muito”, explica Alexandre Albanese, autor e executor do menu. Ele admite, porém, substituir algum ingrediente doce, afinal “a satisfação do cliente está acima do ego do chef”, destaca. Além das três criações, alguns pratos migraram dos especiais do dia para o almoço diário, como o risoto de picadinho de filé e crocante de calabresa, finalizado com parmesão e cebolinha fresca. Em seu lugar, no sábado, passou a ser servido boeuf bourguignon cozido com vinho tinto e ervas escoltado de cuscuz marroquino.

Frango na parrilha
O gosto pelo sabor agridoce foi desenvolvido pelo chef na época em que trabalhou numa empresa de bufê em Washington, sete anos atrás. Até hoje, ele se mantém informado sobre as criações culinárias norte-americanas. Acompanhado pelo sócio Otávio Soares, Albanese esteve em Nova York, em junho, numa viagem de pesquisa e reciclagem. “Interessa-me checar o padrão, a textura e o sabor de cada receita”, diz Alexandre, que reclamou ter o cheesecake em todos os lugares o mesmo gosto. “Lá, muitos restaurantes têm o mesmo fornecedor de sobremesa”, denuncia.

Até o pão é feito na casa, garante o chef, que só compra fora o sorvete. Destaque para o prato de frango. São duas sobrecoxas desossadas assadas no char broile e servidas com delicioso chimichurri na companhia de cuscuz marroquino com frutas secas por R$ 29. A casa, que fecha aos domingos, pratica três cardápios diferenciados: no almoço, no jantar, e sugestões do dia. Nesta sexta, por exemplo, há um lombo de bacallhau português em pétalas, salteado com cebola, azeitona preta, azeite extravirgem, coberto por leve molho branco e servido com arroz por R$ 34. O salão ocupa a esquina do Bloco C da 402 Norte, de frente para a quadra, onde você pode avistar a esplêndida floração dos ipês amarelos. Telefone: 3326-5207.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK