Brasília-DF,
16/DEZ/2017

Em entrevista, chef Javier Ampuero fala sobre a gastronomia peruana

Ampuero pilota até domingo as panelas do restaurante Norton, no Hotel Meliá, em mais um festival gastronômico peruano

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:13/09/2013 06:20Atualização:12/09/2013 14:06
'Faltam ainda muito mais restaurantes peruanos ao redor do mundo' - Javier Ampuero (Arquivo pessoal)
"Faltam ainda muito mais restaurantes peruanos ao redor do mundo" - Javier Ampuero
Depois do ceviche, o prato mais popular do Peru é a "causa" uma espécie de purê de batata em forma de bolinho com algum recheio. O petisco teve origem na época da libertação da coroa espanhola, quando as mulheres o vendiam na rua clamando que era por uma boa causa: a independência. Essa história foi contada no pelo chef Javier Ampuero, que pilota até domingo as panelas do restaurante Norton, no Hotel Meliá, em mais um festival gastronômico peruano. No menu, há causa de camarões, com pimenta e abacate.

Três perguntas Javier Ampuero

Depois do Mistura (feira culinária realizada em Lima) e do fato de Gastón Acurio ter conquistado para o seu restaurante o primeiro lugar no prêmio os 50 Melhores da América Latina, o que falta para divulgar a gastronomia peruana?

Gastón merece essa honra. Ele é um grande embaixador da gastronomia peruana. Sua cozinha se espalhou pelo mundo. Isso ajuda para que cozinheiros jovens, como eu, possamos ser convidados para festivais como este em Brasília. Falta a organização de mais eventos no exterior. Quem tem de fazer esse trabalho é o governo, as embaixadas e as instituições, porque ao cozinheiro só cabe trabalhar, trabalhar e trabalhar. Faltam ainda muito mais restaurantes peruanos ao redor do mundo.

O que é uma boa comida?
É a que tem sabor, que é feita segundo as técnicas peruanas, que datam de 5 mil anos. Cozinhar o tempo necessário e respeitar as técnicas artesanais que nossos antepassados nos ensinaram, me agrada muito.

Você usa produtos do Brasil em seu restaurante?
Trazidos do Brasil não, mas uso muita banana levada ao Peru pelos africanos. Gosto de banana frita; assada na parrilha; como purê e em forma de farinha como a de tapioca. Na selva amazônica, há muitas frutas que o Peru compartilha com o Brasil, mas só agora estão sendo conhecidas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK