Brasília-DF,
22/JUL/2019

Empresário conta como criou prato inspirado no clássico Casablanca

Luiz Henrique Pinto ensina que a homenagem pode ser o cinema ou o próprio prato

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Vinicius Nader Mariana Vieira - Especial para o Correio Publicação:20/09/2013 06:02Atualização:19/09/2013 13:41

Luiz Henrique Pinto e a salada que leva o nome do clássico Casablanca servida no Zacks (Bruno Peres/CB/D.A Press)
Luiz Henrique Pinto e a salada que leva o nome do clássico Casablanca servida no Zacks

Astros como Marcello Mastroianni e Sophia Loren e filmes como Viagem ao fundo do mar (Arwin Allen) e Casablanca (Michael Curtiz) estão lado a lado no cardápio do Zacks, recheado de referências cinematográficas. Sócio da casa em Brasília, Luiz Henrique Pinto afirma que a ideia é enfatizar filmes produzidos até a década de 1960, “por causa da beleza da época, quando o simples é que era bom”.

O empresário explica que o ponto de partida para a homenagem pode ser o cinema ou o próprio prato e se lembra da criação de um sanduíche com hambúrguer de picanha, pasta de tomate seco, bacon e alface crespa, que precisava de “um charme a mais”. Decidiu-se, portanto, pelo queijo provolone e pela homenagem ao diretor e ator italiano Mastroianni. O sanduíche é servido por R$ 28,90.



O caso do filme Viagem ao fundo do mar é o inverso. Primeiro veio a ideia de batizar um prato com o nome da obra e depois a receita, uma massa com camarões temperados com pimenta-rosa ao molho de queijo, cujo preço é R$ 28,90. Estrelado por Humphrey Bogart, o clássico Casablanca nomeia um dos pratos mais pedidos — uma salada com cubos de peito de frango, castanha, tomates seco e fresco, azeitona preta e mix de folhas vendida a R$ 24,90. O toque que lembra o longa, cuja ação se passa no Marrocos, é dado pelo cuscuz marroquino.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK