Brasília-DF,
26/SET/2021

Chef William Chen é referência no preparo de sobremesa francesa

Inspirado no filme "O fabuloso destino de Amelie Poulain", Chen criou um creme brûlée de doce de leite com um toque brasileiro

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Mariana Vieira - Especial para o Correio Vinicius Nader Publicação:20/09/2013 06:07Atualização:19/09/2013 14:07

Creme brûlée de doce de leite: toque brasileiro em receita francesa
 (Breno Fortes/CB/D.A Press)
Creme brûlée de doce de leite: toque brasileiro em receita francesa

O fabuloso destino de Amelie Poulain
(Jean-Pierre Jeunet) foi lançado em 2001 e representou um marco na carreira da atriz francesa Audrey Tatou. A película, que se passa no bairro parisiense de Montmartre, conta com diversas referências gastronômicas. A maior delas talvez seja o creme brûllée, sobremesa cujo nome significa literalmente creme queimado.

Na história, Amelie, uma garçonete solitária em busca dos pequenos prazeres da vida, considera que um deles é quebrar a crosta de açúcar do doce. “O chef William Chen Yen conta que a escolha de ingredientes de qualidade, especialmente o creme de leite fresco, é essencial e que tanto queimar o açúcar quanto quebrar a crosta “fazem parte de um ritual”.

Depois de comandar por oito anos a cozinha do restaurante Babel, William Chen se dedica a eventos de gastronomia, como jantares e aulas-show. Sua versão para a clássica sobremesa francesa tem um toque brasileiro: o doce de leite.

Quem deseja provar a versão tradicional da sobremesa pode encontrá-la no 4Doze Bistrô em tamanho míni, como acompanhamento do café espresso da casa (R$ 9,90). “Usamos fava de baunilha, e não essência. Isso faz muita diferença no resultado final do prato”, explica o chef e proprietário, Daniel Vieira. O bistrô oferece, ainda, uma trilogia de creme brulê (R$ 12,50) nos sabores baunilha, castanha-do-pará e licor de marula.


Outras inspirações

 

Esta não é a primeira vez que William Chen Yen se inspira na sétima arte. Por duas ocasiões, ele foi convidado a elaborar um menu degustação para o Cine Gourmet, em Gramado (RS).

“Na primeira vez, foi o musical Chicago, de que eu gosto bastante, apesar de não ter nenhuma referência gastronômica . Os pratos que servi foram inspirados na cozinha americana.”

Na segunda, exibiu  Amadeus, clássico sobre a vida do compositor Mozart. “A referência nesse caso é o queijo mascarpone,
usado no molho da carne.”

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK