Brasília-DF,
19/SET/2017

Especialistas ensinam como misturar o sabor do tutti-frutti com frutas

Arrisque na escolha dos complementos e deixe que a sobremesa desperte os prazeres da infãncia

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Paulo Lima Publicação:26/09/2013 09:38Atualização:26/09/2013 09:50
O sorvete de tutti-frutti da Sorbê leva goiaba, abacaxi, mamão, banana, uva e morango: união cremosa e marcante (Brenno Fortes/CB/Da Press)
O sorvete de tutti-frutti da Sorbê leva goiaba, abacaxi, mamão, banana, uva e morango: união cremosa e marcante

Ele já foi nome de banda brasileira nos anos de 1970 — com Rita Lee entre os integrantes —, inspiração para filmes e citado em músicas cantadas pelo mundo, como a composta por Litte Richard e eternizada na voz de Elvis Presley. Estamos falando do tutti-frutti, que, com as combinações de ingredientes, resulta em uma explosão de sabores. Para quem não resiste ao gostinho aromatizado no chiclete, a boa notícia é que a mistura pode ser apreciada em sobremesas e feita em casa com frutas in natura. Aprenda com especialistas em cozinhas as fórmulas do gostinho que pode arrematar as suas refeições.

No geral, a base para compor o tutti-frutti é a banana e a laranja. Os outros ingredientes combinados podem diferenciar de acordo com o país e as frutas da estação. No Brasil, a forma mais comum leva, além das frutas-base, abacaxi, baunilha e morango. Nos Estados Unidos, a cereja. Na Europa e na Ásia, é recorrente o uso de especiarias, como a canela e o cravo. “Essa combinação pode incluir um toque de baunilha e das especiarias, que são notas básicas e respondem por 90% desse tutti-frutti. Às vezes, têm pequenas variações que acabam diferenciado um produto do outro, com frutas vermelhas e amarelas”, explica o aromista Alexandre Matos, da Givaudan, empresa de aromas e fragrâncias de São Paulo.

Mas não vale apenas misturar os ingredientes para obter o tutti-frutti. É o que explica Fernando Trajano, diretor de F.Trajano, empresa pernambucana especializada em aromas. “Não se trata de uma salada de frutas, mas de uma mesclagem quantitativa para se ter as substâncias aromáticas da fruta”, ensina. Opinião compartilhada por Alexandre Matos, que sugere a seguinte combinação para um tutti-frutti caseiro: 45% de banana, 35% de laranja, 15% de baunilha e 5% de cravo.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK