Brasília-DF,
15/JUL/2018

Restaurante de massas ganha destaque com o rondeli do Peperoncino

Um dos campeões de venda no Peperoncino é o rondele de tomate seco ao molho de quatro queijos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Vinicius Nader Publicação:27/09/2013 06:07Atualização:26/09/2013 13:31
O rondeli do Peperoncino: massa que pode ser levada para casa (Carlos Moura/CB/D.A Press)
O rondeli do Peperoncino: massa que pode ser levada para casa

Quando abriu as portas, há seis anos, o Peperoncino tinha a proposta de ser uma rotisseria de massas frescas com molhos básicos e mais sofisticados, também preparados artesanalmente. Mas, por insistência do público, as sócias Maria Helena Toscano e Lilian Peliccione tiveram que mudar de planos.

Assim, há quatro anos, o local é também um restaurante onde o cliente escolhe sua massa — entre as opções há nhoque, talharim de espinafre e penne — e combina com molhos que vão do básico tomate com manjericão (R$ 28) ao elaborado do filé com funghi (R$ 34). Para acompanhar, Maria Helena sugere um vinho nacional da gaúcha Castellamare com as castas tannat ou cabernet sauvignon, produzidas especialmente para restaurantes.

Mesmo com o funcionamento da casa a todo o vapor, Maria Helena ressalta que a rotisseria não foi deixada de lado. “Quem quiser pode levar daqui um jantar completo, da entrada à sobremesa, passando pelo prato principal e pelo vinho”, afirma.

Um dos campeões de venda no Peperoncino é o rondele de tomate seco ao molho de quatro queijos (R$ 25,o quilo) e o canelone de ricota, damasco e amêndoas ao molho de tomate (R$ 30, o quilo). “Como nossas massas são frescas, é preciso que o cliente esquente em banho-maria para não ressecar”, ensina.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK