Brasília-DF,
16/JUL/2018

Chef do Versão Tupiniquim cria prato principal usando manga

O prato fica completo com molho de argila e pó de ouro; a iguaria fará parte do menu durante a temporada da fruta

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira - Especial para o Correio Rebeca Oliveira Vinicius Nader Publicação:08/11/2013 06:03

No Versão Tupiniquim, a corvina ganha a companhia da manga grelhada e de miniarroz
 (Janine Moraes/CB/D.A Press)
No Versão Tupiniquim, a corvina ganha a companhia da manga grelhada e de miniarroz

Convidada pelo Divirta-se Mais para criar um prato principal usando manga, a chef Fabiana Pinheiro, do Versão Tupiniquim, escolheu ingredientes nobres para compor a corvina com miniarroz e manga assada na manteiga de ervas com sálvia e alecrim. O prato fica completo com molho de argila e pó de ouro sobre o qual o peixe é disposto. A iguaria fará parte do menu durante a temporada da fruta.

“Esse prato tem muitos sabores brasileiros. A manga tommy possui um adocicado próprio e pede um peixe de água salgada, como a corvina. Gosto de usar a manga mais para madura. Na hora de comprar tem que sentir o cheiro dela. Se ela exalar o cheiro de fresca e madura, está perfeita”, afirma Fabiana, ressaltando que a argila feita com caolin e o pó de ouro conferem consistência e brilho à receita. Ela destaca, ainda, a presença do mini-arroz, produto essencialmente nacional que tem a chancela do estrelado chef Alex Atala. “Ele é bem aromático e mais nutritivo do que o arroz comum porque tem mais fibra”, explica Fabiana.

A manga aparece em outros  itens do cardápio do Versão Tupiniquim, caso da entrada caponata em harumaki (R$ 24), composta de quatro cestinhas de massa crocante recheadas com berinjela e relish de manga.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK