Brasília-DF,
23/SET/2021

Torteria Di Lorenza monta torta dedicada a famosa modelo Martha Rocha

Com 1,5 kg e custando R$ 83, a Martha Rocha está no cardápio desde 1995

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira Rebeca Oliveira Publicação:14/02/2014 06:07
A receita da torta Martha Rocha foi adaptada ao gosto do brasiliense
 (Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)
A receita da torta Martha Rocha foi adaptada ao gosto do brasiliense

A modelo Martha Rocha era conhecida por suas formas voluptuosas. Graças a elas, representou o país no concurso Miss Universo realizado nos Estados Unidos, na década de 1950. Ela não levou o título, mas, em compensação, foi premiada com uma torta que carrega seu nome até hoje. “Meu marido, Jesus Alvarez, trouxe uma receita da Espanha chamada torta fondant. Levava massa de pão de ló recheada com creme de ovos, nozes e suspiros. Achei o nome pouco popular, e, então, tive a ideia de trocá-lo em solidariedade à ex-miss Brasil”, relembra a curitibana Dair da Costa Terzado, que deu esse nome à receita.

A torta se popularizou no país inteiro. Em Brasília, há uma releitura da sobremesa na Torteria Di Lorenza. Com 1,5 kg e custando R$ 83, a Martha Rocha está no cardápio desde 1995. “Antes de montar a torteria, meu pai, José Clemente, saiu em uma viagem pelo Sul do Brasil. Lá, a torta dominava todas as confeitarias, com suas diferentes versões”, afirma Sérgio Moura, um dos sócios da Torteria Di Lorenza.

A receita original preparada pela curitibana Dair da Costa levava nata, mas, em Brasília, o público pediu algo menos calórico. “Tivemos que fazer algumas adaptações. Tiramos a nata, que é o creme de leite animal, e colocamos um creme vegetal”, completa Moura. Hoje, a torta é composta por pão de ló branco, chantilly, discos de suspiro e nozes carameladas. “Temos em torno de 200 receitas, mas a Martha Rocha sempre fica entre as três mais vendidas em nossas sete franquias”, finaliza.

A pedido dos clientes, a torteria criou uma versão “masculina” da sobremesa. Ela leva de pão de ló feito com chocolate de meio amargo e morangos. A adaptação foi batizada de Paulo Zulu (R$ 83), um dos modelos brasileiros de maior sucesso nos anos 1990.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK