Brasília-DF,
26/JUN/2019

Quaresma: a decisão não precisa comprometer o paladar

Escolhendo os ingredientes certos e os melhores temperos, é possível degustar refeições saborosas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:13/03/2014 07:00Atualização:13/03/2014 09:29
A época é de sacrifício para cristãos de todo o mundo, inclusive alimentício. Em lembran-ça aos 40 dias que Jesus passou no deserto em jejum, os fiéis cortam principalmente o consumo de carne vermelha. Nutricionalmente, a quantidade de alimentos capazes de suprir a ingestão do ingrediente pode surpreender. No terceiro degrau da pirâmide alimentar, onde estão as fontes de proteína, também se encontram ovos, leite e derivados e leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico). Alimentos suficientes para a produção de pratos que também não perdem pontos no quesito sabor.

Hambúrguer de feijão do Café Corbucci: a leguminosa indicada para substituir a carne vermelha não precisa acompanhar apenas o arroz ( Carlos Moura/CB/D.A Press)
Hambúrguer de feijão do Café Corbucci: a leguminosa indicada para substituir a carne vermelha não precisa acompanhar apenas o arroz


Marina Corbucci, dona do Café Corbucci, deixou de comer carne há 14 anos “do dia para a noite”. Ela conta que sentiu uma mudança enorme no paladar e nos aromas da cozinha. Não sabia cozinhar e as refeições diárias eram bastante restritas: carne, arroz e feijão. Do último, nem sequer gostava. “Comecei a cozinhar e aprendi técnicas para apreciar melhor os ingredientes. Meus queridos são o tofu e as leguminosas”, conta. A aprendizagem forçada foi aproveitada quando ela abriu o empreendimento 100% vegano.

Leia mais notícias em Gastronomia

Um dos destaques do menu do Corbucci é o hambúrguer de feijão. Curioso, o prato é rico em ferro, torna nova a experiência de saborear um sanduíche e segue um dos cuidados indicados por especialistas para quem retirou a carne da dieta definitivamente ou por uma temporada: o consumo imprescindível de leguminosas. Associadas a um cereal, elas ficam ainda mais nutritivas. Por isso, nesta época de privações, vale a pena investir na tradicional combinação brasileira: o arroz com feijão.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK