Brasília-DF,
12/NOV/2018

Cozinha tex-mex agrada público brasiliense no restaurante Mucho Gusto

O chef baiano Valdo de Jesus alerta que a pimenta, quando usada em exagero, pode não agradar a todos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ana Carolina Eulálio - Especial para o Correio Publicação:11/04/2014 06:11
O chef Valdo de Jesus, do Mucho Gusto, recomenda cautela no uso da pimenta
 (Carlos Moura/CB/D.A Press)
O chef Valdo de Jesus, do Mucho Gusto, recomenda cautela no uso da pimenta

A proximidade do México com os Estados Unidos e a quantidade de imigrantes que tentam a sorte na América fazem com que a culinária latina seja saboreada por norte-americanos e estrangeiros que vivem lá. O resultado é a cozinha tex-mex. Um dos representantes mais conhecidos é o molho chilli, que combina com nachos, tortillas, tacos. A receita é muito apreciada e, versátil, pode ser preparada com frango, vegetariana, com mais ou menos pimenta.

Há um ano e meio à frente da cozinha do restaurante Mucho Gusto, o chef baiano Valdo de Jesus alerta que a pimenta, quando usada em exagero, pode não agradar a todos. Por isso, aconselha que o molho de pimenta seja servido separado. “No preparo à base de pimenta mexicana jalapeño, coloco cerca de 50 pimentas, levo ao forno por 15 minutos com dois tomates, duas cebolas e um dente de alho. Depois, bato tudo no liquidificador com cominho a gosto”, ensina o chef.

O uso do cominho e do queijo ralado é influência texana na comida mexicana. “O cominho dá um sabor característico e não arde tanto quanto a pimenta”, comenta.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK