Brasília-DF,
21/SET/2021

Família trabalha na produção de alimentos derivados do leite

Os produtores abastecem pequenos mercados e alguns restaurantes da cidade

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira Publicação:18/04/2014 06:02Atualização:17/04/2014 15:40
Entre os produtos que vêm do leite, o queijo talvez seja o mais popular, aparecendo em receitas diversas. No entanto, foi com a manteiga de garrafa, típica do Nordeste, que o casal Paulo e Diva Goés começou, há 21 anos, a produção que hoje existe na empresa Elba.

“Vim do Rio Grande do Norte para cá aos 15 anos. Não achava queijo de manteiga para comprar. Então, resolvi produzir para minha família, e o que sobrava, vendia em feiras”, conta Paulo. O negócio continua familiar, mas cresceu bastante. São 9 mil litros de leite utilizados por dia na produção, na região Estância Leiteira Barra Alta, em Planaltina. “Damos suporte aos fazendeiros da região para manter o negócio sustentável”, garante Diva.

Além da manteiga de garrafa (R$ 15, o litro), são 12 tipos de queijo, como o frescal (R$ 15, o quilo) e queijo de trança (R$ 20, o quilo). No ano passado, eles lançaram o queijo meia-cura candango (R$ 20, o quilo).

Segundo Diva, não é preciso se preocupar em vender para outros estados. “Toda a nossa produção é consumida aqui mesmo”, garante. Além de abastecer pequenos mercados e alguns restaurantes, a família Goés comparece todos os sábados, a partir das 6h, na Ceasa-DF para vender seus produtos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK