Brasília-DF,
20/SET/2017

Rose Borela prepara curso mensal para aumentar a suculência da carne

A nutricionista indica que o condicionamento e a procedência da carne devem ser levados em consideração na hora da compra

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Lucas Lavoyer - Especial para o Correio Publicação:25/04/2014 06:08

Rose Borela ensina que a carne deve ficar na refrigeração até a hora de ser grelhada (Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
Rose Borela ensina que a carne deve ficar na refrigeração até a hora de ser grelhada

Típico do Brasil e de tradição irrefutável, o churrasco é de fácil preparo, mas tem alguns segredos. Esqueça a mítica de que a carne só deve ser regada com sal grosso e nada mais. Existem, sim, dicas para aumentar a suculência e a maciez dos principais cortes. A qualidade, o acondicionamento e a procedência da carne devem ser levados em consideração no momento de escolher o que levar para casa.

Nutricionista e proprietária do restaurante especializado em carnes Ready Beef, Rose Borela dá um curso mensal de como preparar churrasco. Em maio, a turma será formada apenas por mulheres, já que elas estão em alta no comando de panelas e grelhas. As aulas duram três horas e são ensinados vários truques para que as carnes fiquem macias, saborosas e não passem do ponto.

Rose revela que é preciso seguir alguns passos. “O primeiro é observar a procedência. Comprar em local de confiança e buscar saber a qualidade da carne. O segundo é a conservação. A carne deve ficar sob refrigeração até o dia do churrasco”, ensina Rose. Ela acrescenta que o congelamento da carne interfere no sabor e na textura. “Caso seja congelado, o produto perde em qualidade”, aponta.

Além da carne, o churrasco é composto por acompanhamentos como arroz, farofa e feijão tropeiro.


Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK