Brasília-DF,
26/SET/2021

Chef Francisco Ansiliero, do Dom Francisco, mantém história do estinco de cordeiro

O prato é servido com batatas coradas e brócolis

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Mariana Vieira Rebeca Oliveira Publicação:09/05/2014 06:02Atualização:09/05/2014 12:00
Francisco Ansiliero: cordeiro com gosto de infância (Oswaldo Reis/Esp. CB/D.A Press)
Francisco Ansiliero: cordeiro com gosto de infância

Mais do que satisfazer os clientes do Dom Francisco, os preparos do chef Francisco Ansiliero contam histórias. O estinco de cordeiro (R$ 70), servido com batatas coradas e brócolis é uma prova disso. “Minha família vivia em uma propriedade rural em Santa Catarina, baseada na agricultura polivalente. O cordeiro, assim como outros animais, era criado para venda e garantia a nossa sobrevivência. Vez ou outra, meus pais abatiam um animal e fazíamos um banquete com ele”, recorda-se o chef.

O chef lembra com saudade os dias ao lado da mãe, Josephina Meneguggi, que faleceu há três anos, aos 91: “Ela sabia fazer de tudo, de massas frescas a carnes”. Ainda na infância, Francisco foi nomeado o “temperador” oficial da família, tornando-se um braço direito de dona Josephina nas caçarolas. “É por isso que, todos os anos, crio um prato em memória dela, como fiz com o cordeiro”, comenta Francisco.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK