Brasília-DF,
18/SET/2021

Grupo abrem casa Delfinna, agora no Pontão, e conta com a parceria da Ambev

"A casa sempre teve maior identidade com o público feminino. Para nós, Delfinna é uma mulher moderna, de vanguarda e que está à frente de seu tempo", conta o empresário Eduardo de Castro Borges

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:18/07/2014 06:11Atualização:17/07/2014 13:21
Restaurante Delfinna, agora também no Pontão  (Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Restaurante Delfinna, agora também no Pontão
Sai devassa, entra Delfinna - duas marcas do gênero feminino. "A casa sempre teve maior identidade com o público feminino. Para nós, Delfinna é uma mulher moderna, de vanguarda e que está à frente de seu tempo". Com essas palavras o empresário Eduardo de Castro Borges revela a escolha do novo nome do espaço, erguido no Pontão, que conta, agora, com a parceria da Ambev.

O grupo, liderado por Eduardo e do qual fazem parte o pai dele, Silvio Borges, o filho Henrique e os diretores Fernando Negrão e Leonardo Dal Pizzol, ainda se inspirou na Delfina, badalada rua paulistana que reúne alegres bares na Vila Madalena. Aqui, a grife com dois "enes" nasceu no Pier Sul do Aeroporto Internacional de Brasília, que contará com mais duas lojas: uma na ala norte e outra, na central, além de uma unidade no aeroporto de Natal.

Cartão Postal

A loja do Pontão do Lago Sul, que recebeu milhares de turistas na Copa do Mundo, será a âncora da grife, que troca o estilo de bar descolado, característico da Devassa, pelo conceito casual dinner, igualmente descolado, mas com uma pegada gastronômica, explica a gerente de marketing Beatrice Xavier. Segundo ela, o novo conceito é muito mais amplo que o anterior, pois reúne café, bar, restaurante e bufê expresso.

Para se ter ideia da transformação pela qual passa a casa, com um dos mais bonitos visuais da cidade, basta ver o número de lugares que reduziu à metade - de 620 para 320 em diversos ambientes. "Nosso foco é melhorar o atendimento e a qualidade dos produtos", destaca Beatrice, que também é filha de Eduardo Borges.

Menu em formação

O novo cardápio ainda não está pronto. A casa continua servindo bufê de almoço e menus anteriores. "Novos pratos serão apresentados em setembro", prevê o gaúcho Leonardo Dal Pizzol, que trabalhou na abertura e na instalação da Devassa e volta, agora, como diretor operacional. Dono de extenso currículo, Leo, como é chamado, é homem de ação. Ele passou pelo Porcão e pelo Chopin até chegar à Devassa.

Algumas atrações são mantidas, como a feijoada servida sexta e sábado com chorinho. Já o clube do uísque, será animado por um conjunto de jazz. Quanto aos pratos, começam a ser definidos pelo chef Diego Koppe, que tem a incumbência de propor receitas para a família, tipo risoto de camarão que serve duas ou mais pessoas.

Outra inovação serão as carnes premium, com cortes semelhantes aos usados em parrilla, como os que vêm da Argentina e do Uruguai. Entre as bebidas, o carro-chefe é a cerveja Budweiser, que lá é mais pedida que o chope Brahma da Ambev. Telefone: 3365-1690.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK