Brasília-DF,
20/SET/2021

Projeto de Lei pretende reconhecer a gastronomia como cultura

O megachef Alex Atala tem sido o líder de um movimento que busca reunir um milhão de assinaturas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:02/01/2015 07:15Atualização:02/01/2015 10:00
Chef Alex Atala  (Miguel Schincariol/AFP Photo)
Chef Alex Atala

2015 tem tudo para ser o ano da gastronomia no Brasil. Desde que conclamou ano passado, em São Paulo, durante encerramento do Mesa Tendências 2014, “o público a ir a Brasília no primeiro dia da reabertura do Congresso Nacional”, o megachef Alex Atala (sétimo do mundo no ranking da Restaurant) tem sido o líder de um movimento que busca reunir um milhão de assinaturas para pressionar o parlamento a aprovar projeto de lei que reconhece a gastronomia como cultura.

O projeto em questão é o nº 6.562, de 2013, do deputado Gabriel Guimarães (PT-MG), que pede que “eventos, pesquisas, publicações, criação e manutenção de acervos relativos à gastronomia brasileira” possam ser financiados com dinheiro dedutível de imposto de renda, via Lei Rouanet.

A campanha Gastronomia é Cultura deslanchou nas redes sociais, ganhou apoios expressivos e também, como era de se esperar, levanta polêmica e desconfiança, especialmente no meio cultural. Para Atala, o movimento vai mais além da inclusão na Lei Rouanet. Ele sempre quis que a gastronomia brasileira fosse objeto de políticas públicas e menciona o Peru como país que apoia e fomenta toda a atividade culinária.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK