Brasília-DF,
21/MAR/2019

Chef Fernanda Bressan se prepara para o Restaurant Week

Após o evento, as criações de Fernanda continuarão no cardápio do Cantina da Massa

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Liana Sabo Publicação:20/02/2015 08:12
Fernanda Bressan é uma das chefs mais jovens do Restaurant Week
 (Edílson Rodrigues/CB/D.A Press)
Fernanda Bressan é uma das chefs mais jovens do Restaurant Week
Filha de peixe é….chef. Foi o que Fernanda Bressan se tornou ao buscar na Itália, terra de seus antepassados, o diploma concedido pelo Icif (Institute Culinary for Foreigners), instalado em um castelo em Costigliole d'Asti, no Piemonte. O curso não foi moleza, reconhece Fernanda, acostumada a duros exercícios, como corrida, de que ela não abre mão para deixá-la em forma e capaz de enfrentar as altas (ou baixas) temperaturas de um fogão e de câmaras frigoríficas.

Irmã do meio entre três meninas praticamente nascidas na Cantina da Massa, que completará 20 anos em 2016, Fernanda divide a elaboração do cardápio com a mãe e fundadora, Alda Bressan. A parceria continuou funcionando bem na 12ª edição do Restaurant Week - que, depois de bombar por duas semanas, prossegue até domingo numa programação exclusiva para os assinantes do Correio Braziliense; basta você apresentar a carteirinha do Clube do Assinante quando vier a nota. Outras 75 casas participam do festival.

Reforço na cozinha

"Nunca trabalhei tanto, como nesse evento", exclamou Fernanda, 25 anos, dos quais três à frente da simpática cantina, instalada na esquina da 302 Sul, num ambiente cercado de árvores e plantas. "Foi preciso contratar mais três ajudantes para dar conta dos pedidos", acrescenta Alda. Cem por cento artesanal, a confecção das massas e das carnes consome tempo, como a do polpettone de alcatra, cuidadosamente moída enquanto é preparado o molho de quatro queijos.

Além de Fernanda, trabalha na casa a irmã Mariana, que toma conta da administração. A outra irmã, Bárbara, que é engenheira, "só gosta de ir à cantina para comer e beber", entrega a mãe, casada com o pai das meninas, o empresário Nilton Rocha.

Pratos leves

Passado o Restaurant Week, algumas criações vão ficar no menu, por serem lights e agradarem ao consumidor, especialmente nesta época ainda de muito calor, comenta Alda. Uma delas é a lasanha de berinjela, que pode vir ao molho bolonhesa ou ao sugo, à base de pomodoro. Ela é o prato principal do menu do almoço (R$ 41,90), que tem como opção o polpetone, receita da Fernanda.

De entrada, há um ratatouille de verduras grelhadas no azeite (que permanecerá no cardápio) ou uma provoleta, que é o queijo provolone derretido, com tomate cereja e orégano. De sobremesa, sorvete com molho de morango.

No jantar (R$ 51,90), as preparações são um pouco mais sofisticadas, como a brusqueta margherita de muçarela derretida com alho e tomate-cereja, o fettuccine parisiense ao molho branco, ervilha, frango em lascas e champignon e a sobremesa de sorvete de creme com calda de laranja flambada em pedaços. Outra opção da mesma refeição é a provoleta, o polpetone com talharim ao sugo, especial para vegetarianos, e minipudim de doce de leite. Telefone: 3226-8374. Leia mais sobre o evento na página 16.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK